ARARIPINA

ARARIPINA

GOVERNO PE

SQS

SQS

HMSM 50 ANOS

HMSM 50 ANOS

O BLOG NO FACEBOOK

quinta-feira, 10 de março de 2016

HISTÓRIA - EXPOSIÇÃO DÁ INÍCIO ÀS COMEMORAÇÕES DOS 50 ANOS DA PAIXÃO DE CRISTO DE NOVA JERUSALÉM

 
A Paixão de Cristo de Nova Jerusalém completará 50 anos de apresentações no maior teatro ao ar livre do mundo em 2017. Mas as comemorações desse meio século de história começam a partir desta quinta-feira (10) com a vernissage da Exposição “Paixão de Cristo | O Caminho, a Verdade e a Vida”, que acontecerá na praça de eventos do Shopping Tacaruna, às 19h.

Com curadoria do museólogo e historiador Aluizio Câmara, a Exposição, que ficará aberta ao público de 11 a 27 de março, das 10h às 22h, apresentará objetos cênicos, objetos pessoais, figurinos, fotografias e vídeos, além de uma maquete física de Nova Jerusalém. O acervo conta a história da construção da cidade-teatro de 100 mil metros quadrados, muralhas de granito com 70 torres de sete metros, que é reconhecida como Patrimônio Cultural, Material e Imaterial de Pernambuco. “A mostra convida o visitante a um percurso repleto de emoção e encantamento a partir dos objetos que narram a trajetória dessa epopeia do agreste Pernambucano”, afirma o curador.
Segundo Câmara, os eixos temáticos foram pensados para enaltecer a encenação (“o caminho”), o desenvolvimento técnico (“a verdade”) e a obstinação de Plínio Pacheco (“a vida”), um visionário apaixonado, que junto com sua esposa, Diva Pacheco, largou a vida na cidade grande para viver o árduo labor de sua obstinação: modificar o homem através da arte. “A História da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém nos lega um exemplo de perseverança que, talvez, apenas o nordestino consiga entender. Castigado pela aridez da terra, pela escassez da água, pelo esgotamento da fauna e da flora, pelo calor do sol, impiedoso e inexorável, o Homem da Região pauta o seu viver na inexatidão do dia. O sonho, nesse contexto, parece ser uma concessão divina”, diz o curador.
“Essa exposição é o embrião de um grande projeto que estamos desenvolvendo para a criação de um memorial e um centro cultural em Nova Jerusalém. Também faz parte desse projeto a realização de mostras itinerantes com o objetivo de fazer com que o maior número de pessoas possível conheça esse magnífico legado deixado por Plínio de Diva Pacheco, afirma a arquiteta Marina Pacheco, neta dos construtores da cidade-teatro.

A Nova Jerusalém foi inaugurada em 1968. Desde então, a Paixão de Cristo vem sendo encenada por 450 atores e figurantes, todos os anos, envolvendo mais outras centenas de profissionais na sua produção. Visto por cerca de 4 milhões de pessoas ao longo de sua existência, o espetáculo, que em 2016 será realizado de 19 a 26 de março, conta a vida de Jesus enfocando alguns dos principais fatos relatados na Bíblia, começando com o Sermão da Montanha e terminando com a espetacular ascensão de Cristo aos céus. São nove palcos-plateia com uma arrojada cenografia que reproduz lugarejos, ambiente e prédios da Jerusalém dos tempos de Jesus, como o Templo, Fórum Romano, o Palácio de Herodes e o Monte do Calvário. Além disso, um rico figurino e efeitos especiais de última geração completam a grandiosidade do espetáculo.
Da MG Comunicação

Nenhum comentário: