ARARIPINA

ARARIPINA

BANNER SEBRAE

BANNER SEBRAE

BANNER PMA

BANNER PMA

O BLOG NO FACEBOOK

terça-feira, 15 de outubro de 2019

CALDEIRÃO GRANDE-PI - SÁBADO DIA 19/10 TEM FESTA NO CLUBE LUA DE PRATA COM RONNY DO ARROCHA, CLAUDIO MELLO E ZÉ ESTRELA


EVENTO - INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O TORNEIO SESI DE ROBÓTICA FIRST LEGO LEAGUE

As inscrições para a etapa pernambucana do maior torneio de robótica do Brasil, o SESI First LEGO League, já estão abertas em https://torneio.herokuapp.com/signup. Podem participar do evento, que acontecerá nos dias 7 e 8 de fevereiro, no SESI Paulista, estudantes de 9 a 16 anos de escolas públicas ou particulares, grupos de amigos ou times de garagem. A taxa de inscrição é de R$ 100 por equipe, e os melhores colocados serão classificados para a etapa nacional, em março, em São Paulo.

O tema da temporada 2019/2020, City Shaper, propõe que crianças e jovens de 80 países ajudem a construir e a desenvolver cidades melhores para as próximas gerações, explorando a criatividade e a inteligência para sugerir soluções para os problemas atuais do meio ambiente, da mobilidade, da acessibilidade e dos desastres naturais.

Os competidores também terão que construir e programar robôs para cumprir 14 missões sugeridas no tapete FIRST LEGO League da temporada. Os robôs poderão capturar, transportar ou entregar objetos em uma arena. Os times terão direito a três rounds, de dois minutos e 30 segundos cada, para execução das tarefas. Cada equipe deverá ser composta por dois técnicos (maiores de 18 anos) e de dois a 10 estudantes.

Nos dois dias de competição, os participantes precisarão mostrar que sabem trabalhar em sintonia e mostrar capacidade de inovação, criatividade e raciocínio lógico. Todos serão avaliados em quatro categorias: desafio do robô, design do robô, projeto de inovação e valores. Os destaques seguirão para a fase nacional. 

De acordo com a superintendente do SESI-PE, Cláudia Cartaxo, o Torneio SESI de Robótica First LEGO League é uma excelente oportunidade para os jovens pensarem como cientistas e engenheiros, bem como praticarem a robótica fora da sala de aula. “Através da união de ciências, tecnologia e inovação, a competição mostra que fazer robótica vai muito além de construir um robô, pois permite aos alunos e professores aprenderem juntos conteúdos de matemática, física, programação e engenharia de forma lúdica. Eles também poderão exercitar a criatividade propondo ideias inovadoras que possam contribuir na construção de um futuro próspero”, comentou.


SERVIÇO

Etapa pernambucana do Torneio SESI de Robótica First LEGO League

Inscrições em https://torneio.herokuapp.com/signup até 31 de outubro

Taxa de inscrição: R$ 100 por equipe

Competição: 7 e 8 de fevereiro de 2020

Local: SESI Paulista (Av. Lindolfo Collor, 2800 – Arthur Lundgren I, Paulista – PE)

Os técnicos veteranos, cadastrados desde 2018, deverão se inscrever através do site https://fll-brasil.edu.tenda.digital/

Da Vera Cruz Comunicação para o Blog do Fredson 

IPUBI – MENOR DE 16 ANOS É ASSASSINADO NO SÍTIO MANAÍBA EM SERROLÂNDIA

Um menor de apenas 16 anos, identificado por Alan da Silva Araújo, foi assassinado provavelmente a tiros por volta das 23:40 de domingo 13/10, no Sítio Manaíba, Distrito de Serrolândia, zona rural do município de Ipubi. 

Segundo a polícia, a vítima que residia na Rua da Vaquejada em Serrolândia, foi encontrado por populares caído já sem vida no sítio já citado. No local do fato não havia ninguém que pudesse informar alguma coisa sobre o crime que segue envolto em mistério. 

A polícia militar isolou a área do assassinato até a chegada do Instituto de Criminalística da polícia civil, a qual realizou a perícia preliminar e removeu o corpo ao IML, Instituto Médico Legal de Petrolina. 

O caso foi registrado na DPC local e também será investigado pelo Departamento de Homicídios da 24ª DESEC de Araripina. Esse foi o 1º homicídio do mês de outubro em Ipubi, e o 4º também de outubro na Região do Araripe. Esse também foi o 2º homicídio do ano em Ipubi, e com esse crime já são 38 pessoas assassinadas na Região do Araripe, de janeiro até agora. 

Fonte – 9ª CIPM/ Araripina-PE 

Reportagem – Fredson Paiva 

Foto – Fredson Paiva 

ARARIPINA - VEM AÍ O FESTIVAL E CONGRESSO DA FAMÍLIA 2019 - CLIQUE NO BANNER E CONFIRA A PROGRAMAÇÃO


MUDANÇAS - GOVERNO PROPÕE EXTINÇÃO DE MULTA DE 10% DO FGTS PARA EMPREGADOR

O governo vai enviar ao Congresso uma mensagem modificativa para alterar a proposta de Orçamento de 2020 e abrir espaço para mais despesas.

Uma das mudanças será a extinção da multa de 10% do FGTS que empresas pagam ao governo sobre o montante do FGTS que foi pago ao longo dos anos ao empregado demitido.

Hoje, as empresas pagam 50% de multa nas demissões: 40% ficam com o trabalhador e os outros 10% vão para os cofres da União. Os recursos correspondentes aos 10% apenas "passeiam" pelo Orçamento, pois vão para a administração do fundo.

Embora o governo não consiga usar o montante, o valor repassado à administração conta para o cálculo do teto de gastos. Isso toma espaço orçamentário e reduz a possibilidade de a União fazer despesas discricionárias (como, por exemplo, investimentos).

Leia também:



A extinção da multa deve trazer um impacto no Orçamento de 2020 de R$ 6,1 bilhões, de acordo com o Ministério da Economia.

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirma que a medida que extingue a multa de 10% deve ser enviada por meio de medida provisória.

"Essa multa já cumpriu sua função, foi constituída na década de 1970. Ela onera o empregador e traz um incentivo não desejável ao mercado de trabalho", afirma. "A medida tem um efeito fiscal, mas do lado da oferta traz melhoria no custo de contratação", diz.

Outras medidas estão sendo estudadas pela equipe econômica para aliviar o Orçamento no ano que vem. Rodrigues não quis comentar quais são elas. Mas nos bastidores a equipe avalia o congelamento da progressão de cargos de servidores e suspensão de contratações do programa habitacional Minha Casa Minha Vida.

Também pode ser incluído na mensagem modificativa do Orçamento de 2020 as receitas com o leilão da cessão onerosa. Dependendo dos valores oferecidos pelas empresas que entrarem na disputa, o montante pode ser dividido em duas parcelas (sendo uma em 2019 e outra em 2020).

Fonte - Folhapress

EVENTO - GOVERNO E FIESP FIRMAM ACORDO PARA CAPACITAÇÃO DE DETENTOS

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, assinaram hoje (14), em São Paulo, um acordo de cooperação técnica para oferecer capacitação profissional a detentos e para egressos do sistema penitenciário. Por meio desse acordo, a capacitação será feita pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Além disso, o acordo prevê a troca de informações sobre crimes cibernéticos e o combate ao roubo de cargas. Segundo Paulo Skaf, a ideia é que o projeto comece a funcionar no próximo ano.

“Nossa compreensão é que o setor público ganha muito [estando] aliado ao setor privado. A Fiesp é uma federação importante, que une as indústrias do estado de São Paulo e nós entendemos que podemos fazer uma espécie de acordo ou de aliança neste primeiro momento, por meio do qual poderemos pensar em alguns modelos. Por exemplo, hoje em dia há uma preocupação muito grande com ataques cibernéticos e isso exige recursos financeiros e humanos significativos que, muitas vezes, o setor público tem dificuldade em providenciar”, disse o ministro. 

Segundo Moro, uma ideia é construir algum modelo em que o setor privado possa colaborar com recursos financeiros e humanos e o setor público com orientação para otimizar pesquisas para prevenir crimes cibernéticos.

De acordo com o presidente da Fiesp, o acordo de cooperação prevê a formação profissional dos egressos do sistema penitenciário, que já cumpriram pena, e também a formação dentro dos presídios para que haja possibilidade, uma vez cumprida a pena, do egresso ter trabalho e uma profissão. Segundo Skaf, uma pesquisa feita pela entidade apontou que entre 70% e 80% das pessoas que cumpriram pena e saem dos presídios acabam voltando para o crime quando não tem uma profissão ou trabalho. “Dando uma formação profissional, isso será um facilitador para que ele arrume emprego e não volte ao crime”, disse.

Deportação sumária

Após participar do evento da assinatura do acordo e fazer palestra para vários empresários e presidentes de associações, apresentando os projetos que foram construídos por sua equipe de ministério desde o início deste ano, destacando a queda nos índices nacionais de criminalidade e violência, Moro falou com a imprensa sobre as mudanças na regra para a deportação sumária. As mudanças na portaria foram publicadas hoje no Diário Oficial da União.

“Houve uma série de incompreensões e reclamações e nós preferimos deixar implícito, na nova portaria, algumas solicitações que foram feitas pelas organizações como, por exemplo, a portaria, desde logo, não se aplicava para aquele estrangeiro que já tinha autorização para residência, mas isso não estava explícito. Não se aplicava a estrangeiro que havia obtido refúgio e [agora] colocamos isso explícito”, disse Moro, destacando que “o cerne da proibição do ingresso do país” era de pessoas que cometeram crimes. “Todos os países do mundo proíbem ingresso de pessoas envolvidas em terrorismo”.

Segunda instância

Moro também voltou hoje a defender a prisão em segunda instância. Para ele, a prisão após condenação em segunda instância é um avanço institucional. 

“Qualquer decisão do Supremo que for tomada, será respeitada. Mas a minha avaliação é que essa possibilidade da execução [da pena] em segunda instância - e isso é minha posição pública - foi um avanço institucional do próprio Supremo Tribunal Federal”, disse.

Por Agência Brasil

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

SÍTIO CAJUEIRO - NESTE SÁBADO TEM BINGO ENTRE AMIGOS E SERESTA COM ELIM DE PERNAMBUCO NO KASSIANO'S BAR


OURICURI - IDOSO MORRE ATROPELADO NA BR-316


Um idoso de 74 anos morreu atropelado na madrugada desta segunda-feira (14), na BR-316, próximo ao distrito de Santa Rita, zona rural de Ouricuri, no Sertão do Araripe. De acordo com informações da PM, a vítima identificada como Moaci Siqueira Matos, e residia na comunidade do Pradicó, no mesmo município. Ainda segundo à Polícia, o idoso foi atropelado quando trafegava a pé, sendo colhido por um veículo e arrastado por vários metros.

Próximo ao corpo, foram encontradas cédulas de dinheiro, pertencente a vítima. o corpo do idoso ficou no meio da pista até o amanhecer do dia. A ocorrência foi registrada por volta das 07 horas da manhã.

O Instituto de Criminalística e a Polícia Rodoviária Federal estiveram no local e realizaram a perícia, encaminhando o corpo para o Instituto Médico Legal de Petrolina, no Sertão do São Francisco.

Essa foi a quinta morte por acidente de trânsito no mês de outubro no Sertão do Araripe. Foram 02 em Araripina, 02 em Ouricuri e 01 em Trindade.

Fonte - Blog do Roberto Gonçalves

Foto - Reprodução Internet

SEBRAE ARARIPINA - ORIENTAÇÕES GRATUITAS ABREM A SEMANA NACIONAL DE CRÉDITO

Durante o mês de outubro, o Sebrae realiza em todo o país a Semana Nacional de Crédito, um projeto que tem como objetivo levar ao conhecimento de micro e pequenos empresários informações sobre ofertas de crédito disponíveis nas instituições financeiras, o processo de recuperação de negócios e a regularização de crédito em condições melhores e diferenciadas, tudo sob a orientação de especialistas.

Em Araripina, ações gratuitas serão realizadas nos dias 16 e 24 de outubro, na Unidade Sertão do Araripe do Sebrae, localizada Rua Marcos Vieira de Alencar, 331, Centro. A primeira atividade será a palestra “Conheça suas finanças, crie seu orçamento pessoal”, na quarta-feira (16), a partir das 18h, com Hélio Rocha, professor da Facisa. Às 19h, haverá a palestra “Como Planejar seus Investimentos” com Hermes Alves da Softagon e Breno Leal, educador financeiro do canal Futuros Investidores.

Na quinta-feira, 24 de outubro, às 18h, a orientação é sobre como conectar seu negócio às maquinetas de cartão, com participação dos bancos Itaú, Santander e Banco do Brasil. Às 19h, haverá a palestra “Como conectar seu negócio a aplicativos de vendas”, com a participação de Anderson Nunes do app Quero Delivery. “Acessar linhas de crédito específicas pode ser a saída para quem quer expandir seus negócios, mas é essencial que o empreendedor pesquise as opções e analise as possibilidades para dar esse passo de forma orientada e sustentável. As iniciativas do Sebrae na Semana Nacional do Crédito têm o objetivo de auxiliar esses empresários a tomarem decisões estratégicas para o negócio, principalmente no que se refere a essas questões financeiras”, afirma Lucélia Barros, gerente do Sebrae no Sertão do Araripe.

Além dos bancos Itaú, Santander e Banco do Brasil, são parceiros do Sebrae nessa ação a CDL Araripina, Softagon, Quero Delivery, Futuros Investidores e Banco do Nordeste. As inscrições para participar das palestras da Semana Nacional do Crédito podem ser feitas pela loja virtual do Sebrae (https://loja.pe.sebrae), pelo telefone 0800 570 0800 ou na própria Unidade do Sebrae em Araripina. O telefone para mais informações é o (87) 3873.1708.


Serviço: Semana Nacional de Crédito em Araripina

Local: Sebrae Sertão do Araripe - Rua Marcos Vieira de Alencar, 331, Centro - Araripina

Inscrições: https://loja.pe.sebrae ou 0800 570 0800 ou Unidade do Sebrae em Araripina

Informações: (87) 3873.1708.

Programação:


Quarta-feira (16/10)

18h - Conheça suas finanças, crie seu orçamento pessoal

Hélio Rocha, professor da Facisa

19h - Como planejas seus investimentos

Hermes Alves, Softagon

Breno Leal, educador financeiro do canal Futuros Investidores


Quarta-feira (24/10)

18h - Como conectar seu negócio às maquinetas de cartão

Banco do Brasil, Itaú e Santander

19h - Como conectar seu negócio a aplicativos de vendas

Anderson Nunes, App Quero Delivery.

Da Dupla Comunicação para o Blog do Fredson

TRABALHOS TEMPORÁRIOS - OFERTA DE VAGAS NO COMÉRCIO PARA O NATAL SERÁ A MAIOR EM SEIS ANOS

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou hoje (14) uma estimativa sobre os postos de trabalho temporários para o Natal deste ano. De acordo com a CNC, espera-se a contratação de 91 mil trabalhadores temporários para atender ao aumento da demanda do varejo no período natalino, ou seja, 4% maior do que em 2018 e a maior oferta dos últimos seis anos.

Estima-se que o Natal movimente R$ 35,9 bilhões no comércio varejista de todo o país, neste ano, segundo a CNC.

Para o presidente da confederação, José Roberto Tadros, essa “retomada parcial do nível de atividade do setor” está sendo influenciada pela inflação baixa, pelos juros básicos no piso histórico, por prazos mais amplos para a quitação de financiamentos e, principalmente, pela liberação de recursos extraordinários para o consumo, como os saques no FGTS e no PIS/Pasep.

Os estados que devem mais gerar vagas são São Paulo (22,6 mil), Minas Gerais (10 mil), Rio de Janeiro (9,4 mil) e Rio Grande do Sul (7,6 mil), que concentrarão mais da metade da oferta de vagas.

Já entre os setores do comércio, os maiores volumes de contratações deverão ocorrer nos ramos de vestuário (62,5 mil vagas) e de hiper e supermercados (12,8 mil). Oito em cada dez vagas ofertadas deverão ser preenchidas por vendedores (57 mil), operadores de caixa (13 mil) e pessoal de almoxarifado (4,6 mil).

Os maiores salários médios deverão ser pagos aos contratados para os cargos de gerente de marketing e vendas (R$ 2.724) e gerentes de operações comerciais (R$ 2.020).

A taxa de efetivação dos trabalhadores temporários deverá ser maior do que nos últimos cinco anos, com expectativa de absorção definitiva de 26,1%.

Fonte - Agência Brasil

ARARIPINA - MOTOQUEIROS MATAM MOTORISTA A BALA NO DISTRITO DO MORAIS

O motorista José Humberto da Silva, de 35 anos, casado, o qual residia na Quadra-2 da Vila Sampaio no Distrito do Morais, zona rural de Araripina, foi assassinado a tiros por volta das 19:00 de ontem domingo 13/10, na Avenida Levi Laurindo Oliveira, na Vila Sampaio. 

Conforme informações policiais e de testemunhas, a vítima estava fabricando uma arapuca, armadilha para pegar passarinho, quando foi surpreendido por dois indivíduos não identificados que chegaram em uma motocicleta e efetuaram vários disparos contra a o mesmo que morreu no local. 

A ROCAM da 9ª CIPM atendeu a ocorrência, realizou várias diligências, mas nenhum suspeito foi encontrado. O Instituto de Criminalística da polícia civil foi ao local do crime e após perícia preliminar removeu o corpo ao IML de Petrolina. 

O caso foi registrado na DPC local e também será investigado pelo Departamento de Homicídios da 24ª DESEC de Araripina. Esse foi o 2º homicídio do mês de outubro em Araripina e o 3º também de outubro na Região do Araripe. Esse também foi o 13º homicídio do ano em Araripina, e com esse crime já são 37 pessoas assassinadas na Região do Araripe de janeiro até agora. 

Fonte – 9ª CIPM/ Araripina-PE 

Reportagem – Fredson Paiva 

Foto – Reprodução Internet

BRASIL - BOLSONARO AMPLIA PRESENÇA DE MILITARES EM 30 ÓRGÃOS FEDERAIS

Em seus primeiros nove meses na Presidência, Jair Bolsonaro já ampliou em ao menos 325 postos o número de militares, da ativa e da reserva, que participam da administração federal.

Além dele –capitão reformado– e do vice, o general Hamilton Mourão, e de 8 de seus 22 ministros, há ao menos 2.500 militares em cargos de chefia ou assessoramento, em uma curva ascendente iniciada sob Michel Temer (2016-2018) –que rompeu com a simbólica prática de governos anteriores de nomearem civis para comandar o Ministério da Defesa.

A Folha obteve as informações por meio de pedidos da Lei de Acesso à Informação enviados a mais de cem órgãos federais, incluindo os ministérios e principais estatais, como Embratur, Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e Casa da Moeda.

Em pelo menos 30 houve ampliação do número de militares em relação a Temer. Em apenas 4 houve redução. Alguns não responderam ao pedido. A ampliação de fardados em funções ocupadas eminentemente por civis após o fim da ditadura militar (1964-1985) foi mais expressiva em pastas próximas a Bolsonaro, como o Gabinete de Segurança Institucional, que passou de 943 para 1.061 militares. Na Vice-Presidência, houve salto de 3 para 65.

Leia também:



Outras também tiveram crescimento relevante. No Meio Ambiente, responsável pelo mais recente desgaste do governo, o número de militares foi de 1 para 12.

O Ministério da Justiça, comandado por Sergio Moro, quase dobrou o seu contingente verde-oliva –de 16 para 28. Por ordem do general Guilherme Theophilo, secretário nacional de Segurança Pública, os militares da pasta devem ir fardados toda quarta-feira. Pela manhã, pontualmente às 8h45, eles se perfilam para a execução do Hino Nacional. A solenidade, conhecida como formatura, é comum apenas em unidades militares.

A Folha ouviu ex-ministros da Defesa e especialistas. Em linhas gerais, avaliam que o governo Bolsonaro recorreu à caserna menos pela afinidade do presidente com os militares e mais pela quase absoluta falta de estrutura partidária e política dele, que foi um deputado de baixíssima expressão na maior parte de seus 28 anos de Congresso Nacional.

"Ele sempre foi uma espécie de sindicalista parlamentar voltado para as Forças Armadas, sobretudo os escalões mais intermediários e baixos, além de policiais. Obviamente tem uma visão ideológica por trás, mas, quando ele chega ao governo, onde vai buscar estrutura? Nas Forças Armadas", afirma Raul Jungmann, que foi ministro da Defesa e da Segurança Pública de Temer.

"Elas [Forças Armadas] hoje têm um programa de formação de quadros que eu reputo entre os melhores do mundo. A gente não tem a tecnologia, o dinheiro, mas em termos de formação eles são muito exigentes", diz o ex-ministro.

"Esses presidentes que chegam ao poder sem uma estrutura partidária consolidada, de apoio, tendem a fazer esse movimento. O primeiro é diminuir o número de ministérios, até pela falta de quadros capacitados. A dimensão do autoritarismo é muito flagrante no governo atual, mas tem essa outra dimensão que é o despreparo, não só do presidente, mas uma ausência dos quadros ao seu redor", reforça o historiador Carlos Fico, professor da UFRJ.

Sobre as consequências da "invasão verde-oliva" em cargos eminentemente civis, Jungmann diz não ver maiores problemas. Fico ressalta a discrepância entre a lógica da caserna e da administração pública.

"Esse ethos militar seguramente não é familiar e frequentemente não é compatível com o ambiente de gestão mais democrática. Esse é um dos prejuízos. Existe também um certo mito de que os militares seriam bem preparados. O fato é que eles são preparados nas escolas militares, que têm um componente ideológico muito forte e muito negativamente forte, que ainda ressoa aquele ambiente da Guerra Fria."

Para Aldo Rebelo, que foi coordenador político do governo Lula (2003-2010) e ministro da Defesa de Dilma Rousseff (2011-2016), o maior prejuízo pode ser para a imagem dos militares.

"O problema que vejo é que isso possa parecer um aval das instituições militares a políticas de governo, algumas das quais eu sei que eles não estão de acordo, como a política externa."

No fim de janeiro, o cientista político Octavio Amorim Neto, professor da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (Ebape), da FGV, publicou artigo em que manifestava preocupação com a ameaça de perda de controle civil sobre os militares.

"O referido controle é uma condição necessária de um regime democrático. Não há democracia quando as Forças Armadas vetam decisões governamentais que não digam respeito à defesa nacional", escreveu à época.

Agora, afirmou à Folha que a demissão do general Santos Cruz da Secretaria de Governo é um exemplo de limite político estabelecido por Bolsonaro aos seus antigos colegas de caserna. Mesmo assim, há um enfraquecimento desse controle, em sua visão.

"O Ministério de Defesa é, em qualquer lugar do mundo, o principal instrumento de controle dos militares pelos civis. O simples fato de estarmos há quase 20 meses sem um civil à frente do ministério é evidência suficiente da erosão do referido controle."

O Ministério da Defesa afirma que os militares "podem contribuir com suas sólidas formações e experiências nas atividades e funções julgadas necessárias e oportunas pelos gestores públicos, desde que guardem consonância com suas competências".

A pasta diz que o número de militares da ativa em funções da administração pública não é representativo e que uma das atribuições subsidiárias das Forças Armadas é cooperar para o desenvolvimento regional.

O Gabinete de Segurança Institucional diz que o crescimento de militares no órgão se deve ao aumento do nível da segurança prestada ao presidente, vice-presidente e familiares, que são em maior número em relação a 2018.

A Secretaria-Geral afirma que o número de militares da ativa na administração permanece estável em relação ao governo passado. "A contribuição dos militares é relevante na medida em que possuem formação e experiência nas áreas em que atuam", diz.

O orgão da reforma agrária (Incra) alega que o aumento do número de militares foi uma decisão de gestão do atual governo. Minas e Energia afirma que as nomeações levam em conta a meritocracia, independente da origem civil ou militar. Ciência e Tecnologia diz que os militares, assim como os outros servidores, foram selecionados por suas qualidades técnicas.

Fonte - Folhapress

TRINDADE - AGRICULTOR MORRE ATROPELADO POR CARRO QUANDO ANDAVA DE BICICLETA NA AVENIDA CENTRAL NORTE

Um agricultor de 46 anos morreu atropelado por um carro quando conduzia sua bicicleta por volta das 16:30 de sábado dia 12/10, na Avenida Central Norte em Trindade. 

Conforme informações policiais, a vítima foi identificada por Elenivaldo Silva, solteiro, agricultor, o qual residia na Rua José Alves dos Reis, na Vila Saraiva em Trindade. 

Ainda segundo a polícia e relatos de populares, a vítima foi socorrida pelo motorista do veículo atropelador até a UPA, e depois fugiu tomando destino ignorado, enquanto a vítima não resistiu e foi a óbito. 

A polícia militar realizou diligências, mas o condutor do carro envolvido no acidente não foi localizado. O caso foi registrado na DPC local e um inquérito policial foi instaurado para apurar o fato. 

Fonte – 9ª CIPM/ Araripina-PE 

Reportagem/ Foto – Fredson Paiva

EMPREGO - NOVAS VAGAS NA AGÊNCIA DO TRABALHO EM ARARIPINA


QTD. VAGA 


01 - Agente de Microcrédito 

01 - Psicólogo do Trabalho 

02 - Confeiteiro 

01 - Design Gráfico

01 - Fatiador de Frios

01 - Açougueiro

04 - Vendedor Pracista 


OUTROS SERVIÇOS PRESTADOS PELA AGÊNCIA DO TRABALHO DE ARARIPINA 

Habilitação de Seguro Desemprego 

Emissão de Documentos: RG; e RESERVISTA 

Emissão de Carteira de Trabalho Digital ( CTPS) 

E-mail para informações: araripina@sempetq.pe.gov.br OU E-mail Gerência: junior.moura@sempetq.pe.gov.br 

Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação / Agência do Trabalho de Araripia - PE, Rua Joaquim Alexandre Arraes, 84 Fones - Recepção 87 3873-8381- Gerência 87-3873-8385. 

Por Fredson Paiva 

Fonte - Agência do Trabalho Araripina

ARARIPINA - PATRULHA AMBIENTAL PARTICIPA DE EVENTO DA ALENCARTS

A Associação Encontro das Artes (AENCARTS) promoveu o encontro, “Ação Sócio Ambiental” para divulgação de trabalhos artesanais, como também distribuição de mudas para a população, que foram doadas pela Patrulha Ambiental Itinerante e a agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA). 

Na oportunidade esteve presente o artesão Ricardo do Casebre (como é conhecido), os Professores Edson Timóteo e Avelar Junior, como também a Professora e artesã Socorro Pereira e demais profissionais da associação. 
A ideia é reproduzir essa ação nos distritos e demais bairros da cidade, assim, produzindo um sentimento de responsabilidade ambiental na população e autoridades que desenvolvem trabalhos que possam impactar na Biota. 
O evento foi organizado pelo Sr Toninho de Olinda, que durante o período que populares visitavam os stands cantava músicas relacionadas a temas ligados a natureza e canções tradicionais nordestinas.  A AENCARTS está funcionando na sede do antigo museu de Araripina – PE.

Fonte/ Fotos: Patrulha Ambiental

BODOCÓ - MOTOQUEIROS MATAM HOMEM A TIROS E DEIXA OUTRO BALEADO NO CENTRO

Um homem morreu e outro ficou baleado na tarde da última sexta-feira 11/10, mais precisamente por volta das 13:00, na Rua Vladimir Pereira Aureliano, no Centro de Bodocó. 

Segundo a polícia militar que atendeu a ocorrência, a vítima fatal foi identificada por Wellington Bernardino da Silva, de 23 anos, o qual foi surpreendido por dois elementos que conduziam uma motocicleta não identificada e mataram a vítima a tiros e sem chance de defesa. 

Wellington ainda correu e tentou se esconder em uma residência, mas foi perseguido e morto dentro do imóvel. Uma bala perdida atingiu outra vítima de nome João Batista Vieira Fontenele, de 49 anos, o qual foi transferido para o Hospital Regional Fernando Bezerra em Ouricuri, onde segue internado. 

O Instituto de Criminalística da Polícia Civil foi ao local e após realizar a perícia preliminar, removeu o corpo ao IML de Petrolina. O caso foi registrado na DPC local e também será investigado pelo Departamento de Homicídios da 24ª DESEC de Araripina. 

Esse foi o 1º homicídio do mês de outubro em Bodocó e o 2º também de outubro na Região do Araripe. Esse também foi o 2º homicídio do ano em Bodocó, e com esse crime já são 36 pessoas assassinadas na Região do Araripe de janeiro até agora.

Fonte - Polícia Civil de Pernambuco

Reportagem - Fredson Paiva

Foto - reprodução Internet

SESC LER ARARIPINA - ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA OS JOGOS DE VERÃO

Estão abertas as inscrições para equipes de escolas públicas e privadas que desejam participar da décima edição dos Jogos de Verão. Promovido pelo Sesc Ler Araripina, o torneio terá disputas nas modalidades de futsal masculino e feminino e handebol feminino. As partidas vão acontecer nos sábados e domingos entre 26 de outubro a 30 de novembro.

A inscrição dos times, que devem ter atletas com idade entre 12 e 20 anos, vai acontecer até o dia 22 de outubro no Ponto de Atendimento da Unidade. O valor por equipe é de R$ 110 para o público geral e de R$ 100 para comerciário e dependente. Os duelos são abertos para quem deseja assistir e vão acontecer das 8h às 16h, na quadra da unidade. Os três melhores de cada modalidade vão ganhar troféu e medalha.

Sesc - O Serviço Social do Comércio (Sesc) foi criado em 1946. Em Pernambuco, iniciou suas atividades em 1947. Oferece para os funcionários do comércio de bens, serviços e turismo, bem como para o público geral, a preços módicos ou gratuitamente, atividades nas áreas de educação, saúde, cultura, recreação, esporte, turismo e assistência social. Atualmente, existem 20 unidades do Sesc do Litoral ao Sertão do estado, incluindo dois hotéis, em Garanhuns e Triunfo. Essas unidades dispõem de escolas, equipamentos culturais (como teatros e galerias de arte), restaurantes, academias, quadras poliesportivas, campos de futebol, entre outros espaços e projetos. Para conhecer cada unidade, os projetos ou acessar a programação do mês do Sesc em Pernambuco, basta acessar www.sescpe.org.br.


Serviço – Jogos de Verão

Inscrição das equipes: até dia 22/10

Competições: finais de semana entre 26 de outubro e 30 de novembro

Valor: para competir – R$ 110 (público geral) e R$ 100 (comerciário e dependente)

Para assistir - gratuito

Local: Sesc Ler Araripina (Rua Vereador José Barreto de Alencar, s/n)

Informações: (87) 3873-0012

Da Dupla Comunicação para o Blog do Fredson

SERRITA - VAQUEIRO MORRE AFOGADO AO CAIR DE AÇUDE NA PRÁTICA DA "PEGA DE BOI"

Um vaqueiro de 19 anos morreu durante uma pega de boi na tarde de ontem domingo (13), no Sítio Barreiro, na zona rural de Serrita, Sertão de Pernambuco. De acordo com informações do Boletim de Ocorrências da Polícia Militar, Daniel Lopes de Araújo estava correndo atrás de um boi, quando caiu em um açude e se afogou. 

A polícia esteve no local e confirmou a causa da morte com os familiares da vítima. Daniel morava no município de Salgueiro. Além de vaqueiro, ele era estudante do 3º ano do ensino médio. Pelas redes sociais, a escola Maurina Rodrigues dos Santos, onde Daniel estudava, lamentou a morte do estudante. 

Fonte - G1/ Petrolina

JULGAMENTOS - LAVA JATO ENTRA NA MIRA DO SUPREMO

O Supremo Tribunal Federal (STF) prepara uma série de julgamentos relacionados à Lava Jato com potencial para contrariar os interesses de procuradores e mudar o rumo de investigações em curso no País. Mais do que impor eventuais derrotas para a operação, trata-se de garantir "a vitória da Constituição", na definição de um ministro da Corte.

Até novembro, o STF deve analisar o mérito de ações que discutem a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, um dos pilares da Lava Jato e defendida pelo ministro da Justiça Sergio Moro. O plenário do tribunal também deverá firmar o entendimento sobre o compartilhamento de dados fiscais e bancários de órgãos como a Receita e o antigo Coaf sem autorização judicial, além de definir critérios sobre a anulação de condenações nos casos em que réus delatados não tiveram assegurado o direito de falar depois de réus delatores.

"Todo mundo é a favor do combate à corrupção, mas observados os meios contidos na ordem jurídica. Em Direito, o meio justifica o fim, não o fim ao meio. Não dá é para levar essa persecução penal de cambulhada (falta de ordem). Não avançamos culturalmente a qualquer custo", disse o ministro Marco Aurélio Mello ao Estado, em referência à agenda de fim de ano do STF. "Eu não posso atropelar as normas de regência que revelam franquias e garantias do cidadão."

Na Segunda Turma - composta por 5 dos 11 ministros da Corte -, é aguardada a conclusão do julgamento em que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acusa Moro de agir com parcialidade quando era juiz federal em Curitiba, por condená-lo no caso do triplex do Guarujá e, depois, assumir o cargo de ministro no governo Bolsonaro.

Procuradores envolvidos nas investigações criticam a possibilidade de alterações, com o argumento de que podem abrir brecha para a anulação de condenações. Coordenador da força-tarefa de Curitiba, o procurador Deltan Dallagnol já falou em entrevistas recentes em "revanchismo" e "tremendo retrocesso" para a Lava Jato.

Essas críticas também têm alimentado grupos na internet que, apoiados por parlamentares, se organizam em protestos contra o Supremo. O último deles aconteceu no fim de setembro, quando manifestantes vestidos de verde e amarelo tentaram derrubar as grades que cercam a área externa do Supremo, o que levou policiais a dispararem gás lacrimogêneo para dispersar a multidão. Os manifestantes falavam em "moralizar" o Supremo. No meio da confusão, um policial militar foi ferido a pedradas.

A pauta de fim de ano virá à tona depois de o site The Intercept Brasil publicar o teor de supostas mensagens trocadas pelo então juiz Sérgio Moro e procuradores durante o curso da Lava Jato. Alvo de tiroteio político, Moro enfrenta desgaste e dificuldades no Congresso para a aprovação do pacote anticrime. O presidente Jair Bolsonaro também tem receio de que o ministro não seja aprovado pelo Senado, para uma cadeira no Supremo, por causa da retaliação de políticos investigados em operações autorizadas por ele quando juiz. A partir de novembro de 2020 haverá duas vagas na Corte.

Polarização

Na avaliação de Davi Tangerino, professor de Direito Penal na FGV Direito São Paulo, as futuras decisões do Supremo envolvendo a Lava Jato vão reforçar o ambiente polarizado no País. "Temos vivido tempos binários. Vai ter uma turma grande tomando isso como sinônimo de impunidade e uma outra dizendo que o Supremo fez justiça ao Lula. Quem vai falar mais alto, fazer mais barulho? O tempo vai dizer", afirmou. "A Lava Jato é uma força-tarefa que teve resultados importantes, mas que há muito tempo vem cometendo excessos. O mais correto é entender que, finalmente, o Supremo percebeu que houve abusos e agora, pelos indicativos que a gente está recebendo, vai retomar o trilho constitucional."

Relator de três ações que discutem a execução antecipada de pena Marco Aurélio já cobrou tanto o atual presidente do STF, Dias Toffoli, quanto sua antecessora, Cármen Lúcia, pedindo a inclusão do tema na pauta do plenário. Em dezembro de 2018, na véspera do recesso de fim do ano, Marco Aurélio deu liminar derrubando a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, mas a decisão acabou cassada por Toffoli no mesmo dia.

Agora, a expectativa de ministros tanto da ala alinhada à Lava Jato quanto da corrente mais crítica à atuação do Ministério Público é a de que a atual posição do STF sobre o tema seja revista. A dúvida é se o Supremo vai permitir a prisão apenas após se esgotarem todos os recursos, o chamado "trânsito em julgado". Também pode optar por uma solução intermediária, fixando como marco uma definição do Superior Tribunal de Justiça (STJ) - posição que já foi defendida por Toffoli e Gilmar. É da ministra Rosa Weber o voto considerado decisivo para definir o placar, que tende novamente a ser apertado.

Em abril do ano passado, Rosa votou contra um pedido de liberdade de Lula, ainda que também já tivesse se posicionado contra a execução antecipada de pena. Argumentou que seguiu a jurisprudência do tribunal.

Ainda em novembro, o Supremo deve decidir se confirma liminar concedida por Toffoli que suspendeu em todo o País processos sobre compartilhamento de dados da Receita e do antigo Coaf sem autorização judicial. A decisão afeta diretamente o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que entrou na mira do MP por supostos atos cometidos quando era deputado estadual no Rio de Janeiro. Por decisão de Toffoli, essa apuração está parada.

Fonte - Agência Estado