ARARIPINA

ARARIPINA

GOVERNO PE

FLOCÃO NOVO MILHO

ALIANÇA

SQS

SQS

BANNER DAVID

BANNER DAVID

HMSM 50 ANOS

HMSM 50 ANOS

O BLOG NO FACEBOOK

sexta-feira, 12 de maio de 2017

POLÍTICA - ALUÍZIO COELHO ROMPE O SILÊNCIO

O médico Aluízio Coelho, que foi candidato a prefeito nas eleições de 2016 rompeu o silêncio e em artigo publicado nas redes sociais e enviado aos blogs colocou a sua posição em relação ao comportamento político e administrativo do prefeito Raimundo Pimentel e sua esposa Socorro Pimentel. Abaixo você confere o artigo de Aluízio Coelho:

"Não basta ganhar as eleições, é preciso equilíbrio entre o falar e o fazer. Em 2016, disputei as eleições para a prefeitura de Araripina, neste período e desde que faço política, entendo que as velhas disputas e brigas partidárias em nada resolverão as questões do município.

Neste entendimento, quero deixar claro que a deputada Socorro Pimentel cometeu uma injustiça comigo e com o meu grupo político, quando entrevistada na emissora de rádio, de propriedade do seu marido, chamou toda oposição de irresponsável, quando até aqui, temos esperado que a atual gestão, diga para que veio, enquanto prefeito de Araripina, coloque em prática a sua raivosa fala de campanha.

Temos utilizado o silêncio e ouvido a voz que vem das ruas, e isso assusta; as vozes são de lamento, de queixas e decepções, um verdadeiro eco em cada esquina, que utiliza o dito popular: “O prefeito está mais perdido que cego em tiroteio”. São manifestações espontâneas, de todas as classes e de todos os recantos do município. Enquanto adversário, mesmo percebendo essa lentidão, a constante ausência do prefeito e principalmente a falta de uma ação que de fato seja importante para a cidade, optei por dar um prazo, fiz uso da paciência, em respeito ao nosso povo, que votou e elegeu seus representantes para trabalharem, para atuarem em defesa da cidade.

É preocupante essa guerrinha em rádios, cada emissora tem seus profissionais preparados para promover a diversão e levar as informações. É preciso um basta nesta prática, e aqui rompo o meu silencio, já são quase seis meses de espera, e o povo que ora se desilude é o mesmo que nos incentiva para essa decisão, e vamos atende-lo, apresentando soluções e cobrando providencias.

Enquanto opositor deste prefeito, não devolvo a ofensa para a deputada, mas peço-lhe, que seja mais cautelosa nas suas palavras e mais ágil no seu trabalho enquanto parlamentar, afinal, entrevista em rádios e filmes nas redes sociais, certamente não trarão novos empregos, segurança, saúde, que a população tanto precisa, mas é só isso que temos visto neste ano: muita fala e pouco trabalho".

Aluízio Coelho

Nenhum comentário: