ARARIPINA

ARARIPINA

CÂMARA MUNICIPAL DE ARARIPINA

VAQUEJADA FEIRA NOVA

VAQUEJADA FEIRA NOVA

sábado, 14 de novembro de 2009

SÃO FRANCISCO - PRODUTORES DE FRUTAS E DE VINHO DO VALE PODEM EXPORTAR PARA A ÍNDIA


A Índia, um dos maiores mercados do mundo, com 1, 1 bilhão de pessoas e que cresceu nos últimos sete anos a uma taxa média de 8%, poderá ser o próximo passo internacional do Vale do São Francisco. Durante uma palestra na sede da Valexport, na última quarta-feira(12), o consultor indiano da empresa Índia Brazil Trade Association –IBTA, Guahar Siraj apresentou um perfil detalhado do seu país e revelou os resultados de uma consultoria, encomendada pelo Sebrae, que indicam um grande interesse na compra imediata de vários produtos pernambucanos, dentre eles, as frutas e o vinho da região.

A responsável pela internacionalização das micro e pequenas empresas do Sebrae-PE, Margarida Collier, que trouxe Guahar Siraj à Petrolina, anunciou na oportunidade, o próximo passo para as futuras negociações entre os empresários dos dois países. Em setembro do ano que vem, a Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco - Fiepe em parceria com a Federação do Comércio do Estado de Pernambuco – Fecomércio e Sebrae, vão realizar em Recife o 2º Encontro de Compradores Internacionais, que deverá trazer ao Brasil 10 compradores de redes de supermercados e importadores indianos.

O coordenador da Unidade de Negócios do Sebrae Sertão do São Francisco, Sebastião Amorim, aproveitando uma sugestão dos produtores, encaminhou também proposta para realização de uma rodada de negócios com compradores indianos durante a Feira Nacional da Agricultura Irrigada - Fenagri, que deve acontecer em Petrolina em maio de 2010. Para o vice-presidente da Associação de Produtores e Exportadores de Hortifrutigranjeiros e Derivados do Vale do São Francisco – Valexport, Ronald Mello, a perspectiva de exportação para a Índia é muito bem vinda uma vez que o Vale está precisando ampliar seus mercados. “ Mas é preciso que haja uma definição da logística de transporte para que o produto chegue com no máximo 20 dias e a um preço competitivo. Potencial existe e nós vamos buscar os meios participando inicialmente, tanto do encontro em Recife como em Petrolina”, garantiu Ronald Mello.


De acordo com o diretor da Vinícola Rio Sol e vice-presidente do Instituto do Vinho do Vale do São Francisco – Vinhovasf, João Santos a oportunidade também é muito interessante para os produtores de bebidas. “ Um mercado, onde o consumo de vinho cresceu 320% em 2008, tem perspectiva para 9 milhões de litros em 2010 e vem recebendo incentivo para a apreciação de vinhos jovens, certamente vai receber bem o produto brasileiro”.

O consultor Guahar Siraj concluiu a palestra dando alguns conselhos.

“ O Brasil tem uma presença muito tímida na Índia. Nós vendemos mais que compramos. Em Pernambuco, além das frutas e do vinho, nos interessamos pela tecnologia da informática, cosméticos e produtos farmacêuticos. Para estabelecer uma parceria comercial com boas possibilidades é preciso se preparar, entender o mercado, os concorrentes e o consumidor”.

A comitiva que trouxe o consultor indiano à região, visitou ainda algumas fazendas de produção de fruta, vinícolas e um campo experimental de Aloe Vera, conhecida popularmente por Babosa e que vem sendo utilizada em todo mundo com fins medicinais, cosméticos, gel e na indústria alimentícia.

(Por Carlos Laerte)

Fonte - Blog da Jornalista Josélia Maria

Nenhum comentário: