ARARIPINA

ARARIPINA

GOVERNO PE

SQS

SQS

HMSM 50 ANOS

HMSM 50 ANOS

O BLOG NO FACEBOOK

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

BOM CONSELHO - POLICIAL MILITAR É ASSASSINANDO POR COLEGA DE FARDA


Um cabo da Polícia Militar (PM) foi morto com um tiro no peito ao ser confundido com um assaltante, em Bom Conselho, no Agreste pernambucano. De acordo com o 9º Batalhão da PM, uma viatura da corporação havia sido acionada para conter uma dupla armada que estava realizando assaltos pela região. Os relatos da população informaram aos PMs que os homens foram vistos com uma moto próximos a um supermercado conhecido na área. Ao chegar ao local, a equipe se deparou com dois homens de armas em punho. De imediato, o policial na viatura disparou, acertando o cabo Sérgio Siqueira, 34 anos, que também estava à procura dos assaltantes. Segundo a Associação dos Cabos e Soldados, de janeiro a maio deste ano, nove PMs morreram em serviço ou em decorrência da profissão no Estado.

“Recebemos a denúncia e passamos a efetuar rondas. O efetivo da guarnição avistou duas pessoas armadas. Um dos policiais de serviço rapidamente efetuou um disparo, atingindo uma delas no pei­­­­to”, contou o comandante do 9º BPM, coronel. Ao per­­­­­ceberem que o suspeito baleado, na verdade, se tratava um colega de farda, a equipe levou o cabo Sérgio para o Hos­­­­pital Regional Don Mou­­­ra, em Garanhuns. De lá, ele teve que ser transferido para o Hospital da Restauração, no Recife, mas não resistiu ao ferimento.

O caso será investigado pela própria Polícia Militar, que abrirá uma sindicância para apurar se houve erro durante a abordagem policial. Ainda segundo o comandante, os po­­­­liciais envolvidos na ocorrên­­­­cia, que tiveram as identidades preservadas, foram apresentados à Delegacia de Garanhuns. Eles prestaram depoimentos e foram liberados.

O presidente da Associação dos Cabos e Soldados de Pernambuco, Nadelson Leite, lamentou o ocorrido e disse que ainda é cedo para avaliar a postura dos PMs. “Em uma situação em que um suspeito está com uma arma em punho. Fica difícil saber se atira primeiro ou espera ser atingido”, argumentou. Em nota, a PM também lamentou a morte do cabo. No entanto, questionada sobre a sindicância que vai apurar o caso, a PM disse que somente se posicionará nesta segunda-feira (26), após levantar mais detalhes do corrido. O cabo Sérgio Siqueira era servidor público há 12 anos. O corpo dele foi sepultado, no domingo (25), em Arapiraca, Alagoas, onde residia.

Da Folha de Pernambuco

Nenhum comentário: