ARARIPINA

ARARIPINA

GOVERNO PE

FLOCÃO NOVO MILHO

ALIANÇA

SQS

SQS

BANNER DAVID

BANNER DAVID

HMSM 50 ANOS

HMSM 50 ANOS

O BLOG NO FACEBOOK

sábado, 18 de março de 2017

"SE DEPENDER DA CÂMARA DE ARARIPINA, O PL QUE REVISA O PCC DOS PROFESSORES SERÁ APROVADO" - DISSE SILVANO DO MORAIS


Após a polêmica sessão da última terça-feira (14), quando a Câmara de Vereadores de Araripina aprovou os três projetos enviados pelo executivo municipal, o vereador Silvado do Moraes (PRB), trouxe a tona em uma entrevista nesta sexta-feira (17), no programa Araripina Urgente da Rádio Arari FM, uma discussão sobre o PL 004/2017, também do executivo, que em breve será colocado em pauta para votação, e que revisa o Plano de Cargos e Carreira – PCC dos professores da rede de ensino municipal, na questão salarial.

De acordo com Silvano, se o Sindicato dos Servidores Municipais de Araripina – SIMA, que tem a frente o presidente Tiago Silva, não fizer algo, como pressionar o executivo como fez na gestão passada, e os vereadores para votar contra, o Projeto será aprovado e os professores perderão a conquista.

Ainda segundo o republicano, o que a gestão atual quer, é retirar de quem ganha menos, pra pagar a quem ganha mais, como ocorreu com os secretários e comissionados, que tiveram seus salários reajustados com a aprovação do PL 001/2017 da Reforma Administrativa, e com isso ele não pode concordar.
Durante a entrevista, o vereador do PRB também explicou, que até agora, em menos de três meses como representante do povo araripinense, já apresentou 15 indicações, entre projetos, requerimentos e ofícios, quase todos em benefício do povo do Moraes, mas também para comunidades da sede, como o bairro Bela Vista.

Silvano também falou do apoio que o ex-deputado e ex-prefeito de Araripina, Valdeir Batista, lhe deu pra entrar na política. “Seu Valdeir é um Pai pra mim, e eu prometo a ele que nunca vou decepciona-lo como vereador da Casa Joaquim Pereira Lima”, garantiu Silvano do Moraes.

Fonte - Blog do Roberto Gonçalves

Nenhum comentário: