ARARIPINA

ARARIPINA

GOVERNO PE

FLOCÃO NOVO MILHO

ALIANÇA

SQS

SQS

BANNER DAVID

BANNER DAVID

HMSM 50 ANOS

HMSM 50 ANOS

O BLOG NO FACEBOOK

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

CARUARU - SETE ADOLESCENTES MORTOS DURANTE REBELIÃO NA FUNASE

Terminou com sete adolescentes mortos uma rebelião registrada na noite deste domingo na Fudandação de Atendimento Socioeducativo (Funase) de Caruaru, Agreste de Pernambuco. Uma das vítimas foi decapitada, enquanto as demais morreram carbonizadas por um incêndio provocado pelos internos, que ateram fogo aos colchões. Os corpos foram encaminhados ao Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru. Ainda não há informações oficiais sobre a causa da rebelião na unidade, que tem capacidade para atender 90 adolescentes, mas atualmente abriga 205.

Na terça-feira passada, uma rebelião registrada na unidade da Funase de Timbaúba, Zona da Mata Norte de Pernambuco, deixou quatro adolescentes mortos. Durante a rebelião, os internos queimaram móveis e colchões. O prédio foi danificado. O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar o incêndio. No mesmo dia, o governador Paulo Câmara exonerou o assessor técnico do Centro de Atendimento, Jaime Santos da Silva. Em seu lugar, assumiu Ana Lúcia Gusmão Brindeiro. Uma sindicância foi instaurada para investigar o caso. A Corregedoria deu um prazo de 20 dias para a apuração ser concluída, podendo ser prorrogada por mais 20 dias. Dezesseis adolescentes acusados pelos homicídios e danos ao patrimônio foram conduzidos à Delegacia de Timbaúba.

No início de setembro deste ano, o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Pernambuco (Ceaca/PE) deu um prazo de 30 dias para que o governo do estado elabore um plano para aprentar um plano para resolver a superlotação da unidade da Funase em Abreu e Lima. A mesma medida deverá ser solicitada em relação às unidades da fundação instaladas nos municípios do Cabo de Santo Agostinho e Caruaru. 

Com capacidade para receber 98 adolescentes, a Funase de Abreu e Lima abrigava 285 pessoas, em levantamento feito no final do ano passado. Este ano, dois internos foram brutalmente assassinados no local durante brigas entre socioeducandos. No dia 20 de agosto deste ano, um interno do local foi espancado até a morte. O crime aconteceu no pátio do Centro de Ressocialização. A vítima foi identificada apenas como Carlos André. Em nota à imprensa, a Funase disse que houve um tumulto no Centro de Atendimento Socioeducativo e o adolescente teria sido morto durante uma briga entre grupos rivais dentro da unidade.

Menos de um mês antes, no dia 25 de julho, um jovem morreu e outros dois ficaram feridos em um tumulto no Centro de Atendimento de Abreu e Lima. Uma briga entre rivais no Pavilhão 9 terminou com um jovem morto a pedradas. Um dos feridos foi atingido por golpes de faca artesanal e outro teve as pernas quebradas durante a agressão.

Do Diário de Pernambuco

Nenhum comentário: