ARARIPINA

ARARIPINA

GOVERNO PE

SQS

SQS

HMSM 50 ANOS

HMSM 50 ANOS

O BLOG NO FACEBOOK

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

REDE PÚBLICA ESTADUAL - ENSINO MÉDIO DE PERNAMBUCO É DESTAQUE NACIONAL

O governador Paulo Câmara foi o escolhido para falar em nome de todos os governadores do Brasil, ontem, (22.09), na cerimônia no Palácio do Planalto em que foram anunciadas mudanças no Ensino Médio. A escolha se deu em face ao 1º lugar de Pernambuco no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do País (Ideb). O estado lidera o ranking, relativo ao ano de 2015, junto com São Paulo, ambos com nota 3,9.

Em seu discurso, Paulo destacou os avanços obtidos no Estado na Rede Pública Estadual de Ensino e a importância de investir na Educação Pública de qualidade.

“O Brasil ainda tem gargalos do século passado, desigualdades profundas, que precisam ser trabalhadas, que precisam ser discutidas, que precisam ser, cada vez mais, enfrentadas. E eu não vejo outro caminho para enfrentar o momento que o Brasil vive, e o futuro do Brasil, que não seja investir de maneira intensiva na Educação das futuras gerações deste país”, discursou Paulo, nas presenças do presidente da República, Michel Temer, do ministro da Educação, Mendonça Filho, e de vários governadores.

“Quase metade da rede do Ensino Médio de Pernambuco é formada por escolas em Tempo Integral. Isso mostra um diferencial. Isso é um fator determinante na atratividade e na vontade dos alunos e dos professores terem condições de aprender e ensinar”, explicou Paulo Câmara.

O governador lembrou que as escolas de tempo integral existem há mais de 10 anos em Pernambuco. “Existiam oito, em 2006 e, ao longo do Governo Eduardo, elas saltaram para 300. E, agora, são 335 no meu governo. É um trabalho de médio e longo prazo que enseja não apenas cuidar da Escola em Tempo Integral, mas, também, cuidar das escolas regulares. Isso é fundamental. Buscar melhorar permanentemente e ver formas de motivar o aluno e motivar o professor”, afirmou Paulo Câmara em entrevista após a cerimônia no Planalto.

O governador lembrou que, de 2007 para cá, Pernambuco foi o único Estado do país no qual todo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) melhorou, pois saiu da 21ª colocação para a 1ª colocação no ranking nacional. “Além disso, temos a menor taxa de abandono no Brasil. Éramos 26º colocado em 2007, e, hoje, temos a menor taxa do País, com apenas dois alunos que abandonam o Ensino Médio depois que entram. Outro ponto importante é também conseguirmos a menor diferença entre a escola pública e a escola privada, o Ideb também mostrou isso”, destacou Paulo Câmara.

Para o governador, esse conjunto de indicadores mostra que Pernambuco está no caminho certo. “Mas um caminho que ainda precisa ser muito bem trabalhado, muito bem cuidado, com muito pé no chão, pois a Educação tem de estar sempre colocada no olhar do gestor e tem que ser o maior valor, sempre”.

Sobre as mudanças que serão implantadas pelo Governo Federal, o governador Paulo Câmara acredita que seja uma forma de “conectar” o Ensino Médio a uma flexibilização que hoje o mundo exige. “Um mundo globalizado, conectado e com muita velocidade. Portanto, precisamos também que a Educação esteja antenada com essa realidade”.

Da ASCOM

Nenhum comentário: