ARARIPINA

ARARIPINA

GOVERNO PE

FLOCÃO NOVO MILHO

ALIANÇA

SQS

SQS

BANNER DAVID

BANNER DAVID

HMSM 50 ANOS

HMSM 50 ANOS

O BLOG NO FACEBOOK

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

EDUCAÇÃO - ESCOLA DE OROBÓ É A MELHOR COLOCADA NO ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DE PERNAMBUCO

A unidade de ensino da rede estadual com melhor desempenho em 2015 fica em Orobó, no Agreste pernambucano, e chama-se Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Abílio de Souza Barbosa. A novidade foi divulgada, ontem, no Palácio do Governo, durante a entrega do Prêmio Índice de Desenvolvimento da Educação de Pernambuco (Idepe), que reconheceu, pelo segundo ano consecutivo, dez escolas, três gerências regionais e seis municípios em cinco categorias. O Idepe é construído com dados de notas de português e matemática mais taxa de aprovação dos alunos. O levantamento é feito todo ano, desde 2008, e avaliou 5.716 escolas técnicas, de aplicação, de regime integral e regular do quinto e nono anos do Ensino Fundamental e do terceiro ano do Ensino Médio.

A Erem Abílio de Souza Barbosa alcançou a pontuação 7,98, considerada muito alta, levando-se em conta que o índice vai de zero a dez e, no ano passado, apenas uma das dez escolas premiadas tirou nota acima de seis. A nota rendeu o primeiro lugar na categoria Ensino Médio. Este ano, duas escolas tiraram mais de sete e todas obtiveram mais de seis. Orobó também se destacou com a Escola Professor Antônio Pedro de Aguiar, terceiro lugar em Ensino Médio, com nota 6,98.

O município de Flores, no Sertão do Pajeú, também trouxe surpresas. Se no ano passado seu nome nem constava na lista de finalistas, este ano foi premiado em duas categorias graças ao bom desempenho da Escola Dario Gomes de Lima, cujos professores lutam contra a evasão escolar de alunos que partem para trabalhar no gesso. A unidade ficou em segundo lugar no Ensino Médio, com 7,20, e quinto nos anos finais do Ensino Fundamental, com 5,94.

O interior, principalmente o Sertão do Pajeú, continua se destacando no índice, mas o bom desempenho também pode ser visto na Região Metropolitana do Recife, segundo avaliação do secretário de Educação, Fred Amâncio. O segundo melhor resultado geral ficou com a Escola de Aplicação do Recife, ligada à Universidade de Pernambuco (UPE), que tirou primeiro lugar nos anos finais do Ensino Fundamental, com 7,96.

A premiação foi para cinco categorias: Gerência Regional de Educação do Ensino Médio (três primeiros lugares), Ensino Médio Escola (cinco primeiros, Anos Finais do Ensino Fundamental (cinco primeiros), Anos Finais do Ensino Fundamental Municípios (três primeiros) e Anos Iniciais do Ensino Fundamental Municípios (três primeiros). Em cada uma foram convidados para a cerimônia de premiação, no Palácio do Campo das Princesas, os dez melhores colocados no índice.

Quando se fala no ranking da RMR, estão nos três primeiros lugares a Escola de Aplicação do Recife, a Escola Técnica Estadual Professor Agamenon Magalhães (6,04) e a Escola Técnica Estadual Cícero Dias (5,97). Outro destaque na RMR foi a Erem Aníbal Fernandes, que passou de nota 3,23 para 4,56.

O governador Paulo Câmara ressaltou os resultados do Idepe e do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), feito em todo país e divulgado no começo deste mês. Ambos os índices foram de 3,9 neste ano. Em 2008, o Idepe estava em 2,6, um pouco abaixo da nota na primeira edição do Ideb em 2007, de 2,7. %u201CO atual índice é bom, mas não é o que queremos para o futuro de Pernambuco.%u201D Ele também destacou a maior redução na taxa de abandono do Ensino Médio do país de 2007 a 2015 (-89,6%) e a redução na diferença entre os resultados da rede privada e estadual no Ensino Médio, hoje de um ponto, quando em 2007 era de 2,6.

Do Diário de Pernambuco

Nenhum comentário: