ARARIPINA

ARARIPINA

GOVERNO PE

SQS

SQS

HMSM 50 ANOS

HMSM 50 ANOS

O BLOG NO FACEBOOK

quarta-feira, 30 de março de 2016

ASSUNÇÃO - NA BASE DA VONTADE, BRASIL ARRANCA EMPATE COM O PARAGUAI

O Brasil empata com o Paraguai por 2×2, nesta terça-feira (30), no estádio Defensores del Chaco, em Assunção-PAR, em partida válida pela 6ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. A Seleção Brasileira só começou a atacar o adversário após levar o segundo gol na etapa final e os donos da casa recuarem com mais de quarenta minutos de jogo. Mesmo sem organização tática, os comandados de Dunga foram para o ataque e conseguiram o empate com Ricardo oliveira aos 33′ e Daniel Alves aos 46′ do segundo tempo.

Com o resultado, a Seleção Brasileira ocupa a sexta posição com nove pontos a um do Colômbia que está em quarto lugar. O próximo confronto do Brasil é no dia 2 de setembro contra o Equador, em Quito-EQU.

O JOGO

Poucos minutos depois da bola rolar, o Brasil teve uma boa chance após um contra-ataque e que Willian arriscou da entrada da grande área, mas mandou para longe. Depois, o Paraguai começou uma verdadeira blitz na Seleção Brasileira. Em dois lances de bola aérea, os donos da casa obrigaram o goleiro Alisson a fazer duas grandes defesas. Enquanto os jogadores brasileiros só levavam um pouco de perigo nos chutes de fora da área.

A primeira boa jogada do Brasil só aconteceu aos 23 com Ricardo oliveira. Ele recebeu um passe de Willian dentro da grande área e de primeira mandou uma bomba no poste. A Seleção Brasileira continou com o sistema ofensivo apagado do segundo tempo do empate por 2×2 diante do Uruguai na Arena Pernambuco. As investidas verde e amarela eram quase nulas. Já o Paraguai, com maior posse de bola, pressionava explorando a bola aérea.

LEIA MAIS:


Só que na primeira jogada veio o gol dos Guaranis. Edgar Benítez arrancou pela esquerda nas costas de Daniel Alves e tocou para trás. A bola sobrou para Lezcano pelo lado direito bater bonito e abrir o placar. Mérito da seleção que passou a maior parte da partida em busca do gol. Além de uma chance com Willian e Ricardo Oliveira, o Brasil apenas assistiu o adversário. O esquema 4-1-4-1 do técnico Dunga permaneceu deixando a defesa exposta e o ataque inofensivo.

No segundo tempo, não demorou muito para observar que a etapa final iria permanecer do mesmo jeito que o início da partida. Aos 4, após boa troca de passes do Paraguai na entrada da grande área do Brasil, Edgar Benítez recebeu o passe, invadiu a grande área e ampliou o placar. Depois de abrir dois gols de vantagem, o Paraguai se fechou e observou a Seleção Brasileira de forma desorganizada taticamente tentar diminuir a diferença.

Na base da vontade, os jogadores conseguiram o empate no final do duelo. Aos 33, Hulk soltou uma bomba com a canhota de fora da área, Villar deu o rebote e Ricardo Oliveira empurrou para o fundo da rede. Empolgada depois de ter feito o gol, a Seleção Brasileira foi de vez para cima do Paraguai. Aos 46′, em jogada pelo lado direito, Willian passou para Daniel Alves, que invadiu a grande área, e de canhota empatou a partida.

FICHA TÉCNICA

Paraguai – Villar; Aguilar, Gómez, Da Silva e Samudio; Ortigoza, Ortíz (Jonathan Santana), Derlis González e Edgar Benítez; Lezcano (Lezcano) e Jorge Benítez (Roque Santa Cruz). Técnico: Ramón Diaz.

Brasil – Alisson; Daniel Alves, Gil, Miranda, Filipe Luís; Luiz Gustavo (Lucas Lima), Fernandinho (Hulk), Renato Augusto, Willian, Douglas Costa; Ricardo Oliveira (Jonas). Técnico: Dunga.

Local: Estádio Defensores Del Chaco (Assunção-PAR). Horário: 21h45. Árbitro: Wilmar Rondán. Gols: Lezcano aos 40′ do 1ºT e Edgnar Benítez aos 3′ do 2ºT (Paraguai). Ricardo Oliveira aos 33′ do 2ºT e Daniel Alves aos 46′ do 2ºT (Brasil). Cartões amarelos: Samudio, Villar e Gustavo Gómez (Paraguai). Miranda (Brasil).

Do Blog Do Torcedor

Nenhum comentário: