ARARIPINA

ARARIPINA

GOVERNO PE

FLOCÃO NOVO MILHO

ALIANÇA

SQS

SQS

BANNER DAVID

BANNER DAVID

HMSM 50 ANOS

HMSM 50 ANOS

O BLOG NO FACEBOOK

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

CÃES E GATOS - SEM CAMPANHA EM 2015, PERNAMBUCO TERÁ VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA EM ABRIL

Realizada sempre entre os meses de outubro e novembro de cada ano, a Campanha de Vacinação Antirrábica em Pernambuco acontecerá somente na primeira semana de abril, cinco meses após o período “tradicional”. De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, os insumos para a campanha, que imunizará mais de 1,2 milhão de cães e gatos contra raiva animal, devem chegar nos próximos dias.

Em 2015 não houve campanha de vacinação antirrábica porque o Ministério da Saúde não enviou as doses. Em nota, o Governo Federal defendeu que “a distribuição das vacinas obedece a critérios de avaliação de risco epidemiológico, ou seja, casos notificados de raiva humana e raiva canina, áreas de difícil acesso na região amazônica e áreas de fronteiras com a Bolívia e Paraguai” e que Pernambuco não se enquadrou nesse perfil. 

Desta forma, 15 estados considerados prioritários MA, PI, CE, RN, PB, AL, MS, MT, AC, RO, AM, RR, AP, PA, PR (neste estado, somente em 2 municípios da região da fronteira com Paraguai), além do ES, MG, RJ, SP e BA receberam as doses de vacinas no ano passado. Para Pernambuco as doses só ficaram disponíveis neste mês de fevereiro. Apesar da realização da campanha em abril, a Secretaria de Saúde pernambucana, ou Ministério da Saúde, não confirmam se haverá, também, um novo mutirão no final do ano, ou se o calendário será alterado permanentemente.

Tryton vai completar um ano e ainda não recebeu a imunização contra raiva - Foto: cortesia

Tutor do gato Tryton, que está prestes a completar 1 ano, Bruno Melo conta que está com dificuldades para imunizar o animal contra a raiva por causa da não realização da campanha. "Fui nos postos de vacinação perto da minha casa atrás de informação mas ninguém sabia de nada. Estou esperando a próxima campanha". Já Vilma Ferreira, dona das cadelas Mel (Pit Bull) e Dalila (Pinscher), preferiu buscar as doses antirrábicas na rede particular. "A gente preferiu dar logo a vacina no petshop do que ficar esperando o Governo", comentou.

Sobre o risco de contaminação de raiva em cães e gatos que não receberam a imunização neste período, o Ministério da Saúde esclareceu que embora realize a campanha anualmente, o animal fica imunizado por até três anos após receber a dose. Para os tutores de pets que não querem arriscar e esperar a campanha de abril, a vacina antirrábica pode ser encontrada nos consultórios veterinários pelo valor médio de R$ 60.

De grande importância para o bem-estar animal, a vacina antirrábica costuma mobilizar prefeituras e donos de bichos de estimação. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), divulgados no ano passado, mostram que em 44% dos domicílios há pelo menos um cachorro. A estimativa é de que haja 52 milhões de cães no País, além de 22 mil gatos.

Atualmente, o Brasil encontra-se próximo à eliminação da doença causada por vírus canino da Variante 2. A raiva é uma doença infecciosa aguda causada por um vírus que acomete mamíferos, inclusive o homem, e é transmitida principalmente por meio da mordida de animais infectados.

Do NE10

Nenhum comentário: