ARARIPINA

ARARIPINA

GOVERNO PERNAMBUCO

FLOCÃO NOVO MILHO

ALIANÇA

SQS

SQS

BANNER DAVID

BANNER DAVID

HMSM 50 ANOS

HMSM 50 ANOS

O BLOG NO FACEBOOK

segunda-feira, 30 de junho de 2014

SÃO JOÃO DE ARARIPINA 2014 - A TRADIÇÃO E A VONTADE DO POVO SE FIZERAM MAIS FORTE

 
O São João de Araripina terminou no último sábado (28), mas quem compareceu ao Parque 3 Vaqueiros saiu muito satisfeito com a belíssima festa realizada pela Prefeitura de Araripina. Bem organizada, com atrações de nível nacional e, sobretudo, preenchida por um público de alegria contagiante, o evento falou mais alto e mostrou mais uma vez a importância de ter Araripina como um dos maiores polos de São João do Brasil.
As autoridades fizeram sua parte, desde a equipe de organização, passando pela Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e responsáveis pela saúde. O povo de Araripina se divertiu em seis noites de festa com muita felicidade e paz, como já é tradição em nosso município. Bom também para aqueles que trabalharam no Parque e aproveitaram esse período para agregar uma boa renda extra para suas famílias.
O São João de Araripina é um patrimônio cultural da nossa cidade que movimenta fortemente a nossa economia, fazendo ecoar, também, o nome da Princesa do Araripe para todo o país. 
Exemplo disso foi a apresentação do cantor Luan Santana, que além de registrar público recorde e impressionar a todos pela qualidade do espetáculo, contou com uma gravação do show por uma equipe da Rede Globo que será utilizada para uma matéria que vai ser exibida no Domingão do Faustão.
O prefeito Alexandre Arraes, acompanhado de sua equipe, políticos, amigos e de sua incansável companheira, a primeira-dama Roberta Arraes, esteve presente nos festejos e estava visivelmente satisfeito em poder, pela quarta vez consecutiva, proporcionar aos araripinenses uma festa a altura da importância de nossa cidade, que não apenas manteve, mas ampliou a alegria sertaneja com animados arraiás nas vilas, distritos e povoados, subindo a serra e descendo os sertões, o entusiasmo do povo foi maior do que o desejo de alguns expatriados em cancelar a tão esperada festa.
Por Arnaldo Mascarenhas Arraes Lage
Fotos - Gustavo Mendes e Fredson Paiva

BRASÍLIA - FRANÇA SOFRE MAS VENCE A NIGÉRIA E GARANTE VAGA NAS QUARTAS DE FINAL

A França sofreu diante da Nigéria, teve quase 80 minutos de muita dificuldade e chegou a ver os adversários serem melhores. Mas bastaram 15 minutos de pressão para que a seleção do técnico Didier Deschamps garantisse vaga nas quartas de final da Copa do Mundo. Em uma verdadeira blitz ofensiva já na segunda metade do segundo tempo, os franceses chegaram à vitória por 2 a 0 nesta segunda-feira, no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, e mantiveram-se vivos na briga pelo título.

Depois de grandes partidas contra Honduras e Suíça (vitória por 3 a 0 e 5 a 2, respectivamente) e de um jogo ruim contra o Equador (empate por 0 a 0), a França alternou bons e maus momentos nesta segunda. Os ótimos 15 minutos finais da equipe, no entanto, foram suficientes para confirmar a vitória.

Os franceses ainda contaram com a ajuda de Enyeama. O goleiro nigeriano fazia grande partida, mas errou no primeiro gol francês ao sair mal após escanteio da esquerda e soltar a bola na cabeça de Pogba, que marcou. O gol, aliás, premiou a grande atuação do jogador da Juventus, melhor da seleção em campo e responsável por ditar o ritmo ao longo dos 90 minutos. No fim, Yobo, contra, marcou o segundo.

Os franceses voltam a campo para as quartas de final nesta sexta, no estádio do Maracanã, no Rio. Já a Nigéria segue sem nunca ter chegado às quartas de uma Copa do Mundo, depois de ir às oitavas em 1994, 1998 e agora em 2014.

O JOGO - A França começou um pouco melhor, ficando com a posse, mas as duas equipes pareciam muito nervosas e abusavam da perda de bolas no meio de campo. Como buscavam mais o controle do jogo e seguiam errando muitos passes, os franceses sofriam um contra-ataque após o outro.

Aos 18 minutos, Debuchy errou na linha de fundo e entregou no pé de Musa, que dominou e cruzou. Emenike chegou tocando para a rede, mas estava um pouco à frente e o árbitro viu corretamente a posição de impedimento. A França respondeu aos 21. Pogba fez linda jogada, tocou para Valbuena e foi para a área receber. O meio-campista pegou de primeira, com estilo, mas Enyeama fez grande defesa.

A Nigéria se fechava da intermediária para trás, conseguia bons contra-ataques e equilibrava o jogo. A França, no entanto, aos poucos viu o nervosismo de seus jogadores diminuir, melhorou o toque de bola e aí a superioridade técnica apareceu. Pogba e Matuidi ditavam o ritmo do jogo e os franceses sofriam apenas com o ataque inoperante, com Valbuena e Giroud apagados e Benzema incomodado por atuar tão aberto pela esquerda.

Quando todo mundo do ataque trabalhou bem, foi Debuchy quem perdeu ótima chance. Aos 39 minutos, Matuidi arrancou pelo meio e tocou para Valbuena, que rolou para o lateral-direito francês. Mesmo com espaço, ele encheu o pé e isolou. Mas a última chance foi da Nigéria, que, se não criava, resolveu arriscar de longe. Aos 43, Emenike chutou pela direita e exigiu trabalho de Lloris

Logo no início do segundo tempo, um lance muito duro tirou Onazi de campo, depois que o atacante da Nigéria recebeu um pisão no tornozelo esquerdo de Matuidi e precisou ser substituído por Gabriel. O cartão amarelo ficou barato para o francês. Mesmo perdendo um de seus principais jogadores do primeiro tempo, os nigerianos cresceram na etapa final e se tornaram donos da posse de bola.

Mas os africanos só foram criar uma boa chance aos 19 minutos. Odemwingie recebeu pela direita, cortou para o meio e encheu o pé. A bola foi venenosa e Lloris não conseguiu agarrar. Três minutos depois, Emenike foi lançado pela direita e cruzou, mas Koscielny cortou.

A França não criava nada, mas a qualidade técnica de seus jogadores quase fez a diferença aos 24 minutos. Benzema recebeu pela esquerda, driblou um zagueiro, tabelou com Griezmann e, de frente para o gol, bateu em Enyeama. A bola voltou no próprio atacante francês, bateu nele e ia em direção ao gol quando Moses, quase em cima da linha, apareceu para tirar.

O time francês cresceu com a chance perdida e aos 31 minutos quase marcou. Benzema aproveitou sobra de escanteio e cruzou. A zaga afastou, mas a bola, então, ficou com Cabaye, que dominou e encheu o pé no travessão. Mais dois minutos e Enyeama salvou a Nigéria, após cabeçada de Benzema.

Na cobrança de escanteio, a pressão resultou em gol. Valbuena bateu pela esquerda, Enyeama desta vez foi vilão e saiu muito mal, deu apenas um tapa fraco na bola, que parou na cabeça de Pogba. Sem goleiro, o volante tocou fraco de cabeça, mas o suficiente para empurrar a bola para o gol.

Aos 38 minutos, Enyeama voltou a mostrar toda a sua qualidade e espalmou chute forte de Griezmann. Aos 45, a França fez o segundo. Após escanteio da direita, Valbuena cruzou rasteiro para a área, Griezmann tentou se antecipar, mas a bola bateu em Yobo e entrou, selando o resultado final.

FICHA TÉCNICA

FRANÇA 2 x 0 NIGÉRIA

FRANÇA - Lloris; Debuchy, Varane, Koscielny e Evra; Cabaye, Matuidi e Pogba; Valbuena (Sissoko), Benzema e Giroud (Griezmann). Técnico: Didier Deschamps.

NIGÉRIA - Enyeama; Ambrose, Yobo, Oshaniwa e Omeruo; Onazi (Gabriel), Mikel, Musa e Moses (Nwofor); Odemwingie e Emenike. Técnico: Stephen Keshi.

GOLS - Pogba, aos 33, e Yobo (contra), aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Matuidi (França).

ÁRBITRO - Mark Geiger (Fifa/Estados Unidos).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 67.882 torcedores.

LOCAL - Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília (DF).

Fonte: Agência Estado

ARARIPINA - AGÊNCIA DO SASSEPE SERÁ INAUGURADA NESTA SEGUNDA

A Agência Regional do Sassepe sediada em Araripina será inaugurada nesta segunda-feira (30) às 19h.

Esta é uma grande conquista da gestão Alexandre Arraes para beneficiar todos os servidores Estaduais, que antes tinham que ir a cidade de Ouricuri para buscar os serviços deste órgão, mas agora Araripina dispõe de uma agência local.

“É muito difícil para o servidor estadual. Mas agora estamos satisfeitos porque não teremos mais burocracias de ir até Ouricuri e marcar uma consulta e ainda depois ter que retornar para saber o dia do atendimento, agora a história vai mudar, todos os servidores estaduais agradecemos ao Prefeito Alexandre Arraes por mais esta conquista”, disse Juraci Dias, servidora aposentada.

DA ASCOM/ PMA

PARQUE TRÊS VAQUEIROS - LUAN SANTANA ARRASTA MULTIDÃO PARA ARARIPINA QUE SE CONSOLIDA COMO NOVO ROTEIRO JUNINO DO ESTADO

 
A Prefeitura Municipal de Araripina realizou este ano sua maior festa Junina de todos os tempos. O Prefeito Alexandre Arraes selecionou nomes de peso e que agradassem aos mais variados gostos para fazer do São João da Cidade um dos maiores de Pernambuco e acertou em cheio.
O evento contou com nomes como Wesley Safadão, Gabriel Diniz, Aviões, Caninana, Forró Pegado, Mala 100 Alça, Moleca 100 Vergonha, e sua maior atração foi o astro número 1 do Brasil Luan Santana. O Parque Três Vaqueiros recebeu por noite, em média, 40 mil pessoas, mas nessa Sexta, Luan Santana - bateu mais um recorde. 
Ele foi o primeiro artista da história a fechar os portões do Parque e reuniu mais de 60 mil pessoas que foram ao local cantar os maiores sucessos de sua carreira. Além disso, na festa, foi gravado um quadro do Domingão do Faustão. É Araripina na mídia nacional.
Da ASCOM/ Luan Santana
Fotos - ASCOM Luan e Fredson Paiva
Ouça abaixo uma entrevista com Luan Santana, ao repórter Fredson Paiva, da Arari FM, minutos antes de subir ao palco.

RECIFE - COSTA RICA USA MARCAÇÃO E EFICIÊNCIA OFENSIVA PARA SEGURAR ÍMPETO GREGO

Costa Rica e Grécia cumpriram bem as expectativas no jogo deste domingo (29), na despedida da Arena Pernambuco, ou seja, fizeram um jogo fraco tecnicamente com poucas chances reais de gols para os dois lados. As bolas que realmente atingiram a meta foram pouquissímas dada a falta de criatividade, e qualidade. Melhor para os Ticos, que souberam aproveitar umas das raras oportunidades que tiveram. Das duas finalizações corretas, uma entrou, a de Bryan Ruiz, no segundo tempo.

Por outro lado, a defensiva Grécia não soube tirar proveito das suas chances. Até chutou mais do que o adversário, 13 vezes, mas desperdiçou os lances. Além disso, abusou do jogo aéreo com 52 cruzamentos na área (contra 17 do adversário). Ainda foi recompensada no fim da partida com um gol no último minuto, mas nada que fosse suficiente para impedir o drama dos pênaltis, quando os gregos perderam por 5x3.

Outro ponto falho do Navio Pirata foram as bolas perdidas no jogo, 87 ao todo. Em um jogo tão equilibrado, mesmo que por baixo, não se pode dar tantas oportunidades para o outro time. A Grécia pagou caro.

Além de saber aproveitar bem a rara chance que teve, a Costa Rica teve o mérito da marcação, quem diria que isso ocorreria contra a Grécia. Os Ticos desarmaram mais e roubaram mais a redonda. Assim ficou mais 'fácil' segurar os gregos até as penalidades, mesmo com um a menos.

Do NE10

SÃO JOÃO DE ARARIPINA 2014 - DIRETOR DA REDE VIDA DE TELEVISÃO ESTEVE NO PARQUE TRÊS VAQUEIROS

O Diretor Corporativo Nacional da Rede Vida de Televisão, Elpídio Amananjas, o qual aparece na foto acima de chapéu ao lado da primeira dama Roberta Arraes e do Prefeito Alexandre Arraes, esteve visitando Araripina e aproveitou para conhecer de perto as festividades de São João aqui em Araripina. Ele e sua equipe declararam para nossa reportagem que ficaram fascinados com a organização impecável do evento e da cordialidade dos habitantes. Elpídio disse também que sua equipe fez duas matérias sobre o São João de Araripina que saíram para todo o Brasil através da Rede Vida e também para alguns países de língua portuguesa. Na foto acima está também a sua Diretira de Produção, Maria Sônia, a qual é de filha de Araripina. Ouça abaixo uma entrevista com Elpídio Amanajas ao repórter Fredson Paiva.



domingo, 29 de junho de 2014

FORTALEZA - COM PÊNALTI POLÊMICO, HOLANDA VIRA E ELIMINA O MÉXICO

O México esteve muito próximo de fazer história e ir às quartas de final da Copa do Mundo, mas tudo mudou em apenas seis minutos. A Holanda, que parecia entregue, conseguiu uma virada incrível nos últimos momentos, venceu por 2 a 1 neste domingo, no Castelão, e conseguiu avançar. Huntelaar, já nos acréscimos, foi o herói da classificação holandesa ao bater o pênalti decisivo, depois que Sneijder havia deixado tudo igual aos 42 - Giovani dos Santos, no início do segundo tempo, tinha aberto o placar para os mexicanos.

Finalista em 2010, quando perdeu o título mundial para a Espanha, a Holanda não exibiu o ótimo futebol da primeira fase da Copa no Brasil - teve três vitórias -, mas contou com seus medalhões para ganhar novamente. Sneijder, sumido até então, deu sobrevida à equipe no fim do jogo. Nos acréscimos, Robben fez grande jogada e sofreu o pênalti de Rafa Márquez. Huntelaar bateu e garantiu a vitória.

Com isso, o México mantém a escrita de não ir às quartas de final desde 1986. Esta, aliás, foi a sexta vez consecutiva que a seleção caiu nas oitavas de final, como havia acontecido em 1994, 1998, 2002, 2006 e 2010. No fim, a frustração mexicana foi traduzida nas lágrimas dos jogadores.

Do outro lado, os holandeses eram só alegria por mais uma classificação às quartas de final. Agora, a equipe do técnico Louis van Gaal espera para conhecer seu adversário, que sairá do duelo entre Costa Rica e Grécia, em jogo que acontece ainda neste domingo. A Holanda entrará em campo na briga por uma vaga na semifinal no sábado, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

O JOGO - O começo foi do México, que chutou a primeira com um minuto, quando Layún cortou para o meio, arriscou de longe e levou certo perigo. Aos quatro, o lateral repetiu a jogada, mas, dessa vez, pegou muito mal. A situação holandesa piorou quando o volante De Jong sentiu uma lesão e precisou ser substituído.

Layún era o homem mais perigoso do México e voltou a incomodar aos 13 minutos, quando foi à linha de fundo e cruzou à meia altura, mas a bola passou por toda a área. Aos 16, ele mesmo cruzou para Giovani dos Santos, que dominou no peito e tocou para Peralta. O passe saiu um pouco atrás e o atacante não conseguiu bater, mas encontrou Herrera, que chutou fraco, raspando a trave direita de Cillessen.

O goleiro holandês, aliás, mostrava-se inseguro e não passava nenhuma tranquilidade à defesa. Isso fez com que os mexicanos começassem a arriscar de longe, como aconteceu com Salcido aos 23 minutos. Mesmo sem jeito, Cillessen espalmou para escanteio. A primeira chance da Holanda foi sair somente aos 26, quando Van Persie foi lançado, dominou e tentou finalizar de direita, mas pegou mal.

Layún seguia sendo o desafogo do México e levava a melhor em todas as jogadas sobre Verhaegh, mas a Holanda soube consertar suas falhas e equilibrou a partida. O fim do primeiro tempo já teve o time europeu com mais posse de bola. Mas a melhor chance nos últimos minutos foi mesmo mexicana. Aos 41, Peralta recebeu e se atrapalhou ao tentar o domínio, mas a bola sobrou com Giovani dos Santos, que bateu cruzado. Desta vez, Cillessen foi bem e impediu o primeiro o gol.

Aos 45, a Holanda ainda poderia ter uma ótima chance se o árbitro Pedro Proença visse o pênalti de Rafa Márquez, em carrinho dado em Robben. O erro custaria caro aos holandeses, porque logo no início da etapa final o México abriu o placar. Aos dois minutos, Vlaar tirou de cabeça, a bola sobrou para Giovani dos Santos, que dominou no peito e enfiou o pé esquerdo no canto de Cillessen, que não alcançou.

Aos 10, o time mexicano quase ampliou novamente de fora da área, desta vez com Peralta, que arriscou de esquerda. Cillessen foi bem e agarrou. A resposta veio aos 12, quando De Vrij aproveitou escanteio da direita e finalizou na linha da pequena área. Ochoa mostrou muito reflexo e espalmou. A bola ainda tocou na trave e saiu.

O gol sofrido definitivamente acordou a Holanda, que passou a pressionar. Aos 15, Robben fez sua jogada tradicional pela direita, cortou para o meio e tocou para Sneijder. O meia bateu, a bola desviou e quase encobriu Ochoa. Naquela altura, Robben começava a tomar conta do jogo e seria o responsável por outra grande chance aos 28. Ele arrancou, desta vez cortou para direita e bateu. Novamente o goleiro mexicano impediu o gol.

Quando o resultado parecia garantido, a Holanda empatou. Após escanteio da direita, Huntelaar subiu para cabecear e a bola sobrou com Sneijder. O meia encheu o pé e estufou a rede de Ochoa aos 42 minutos. Decisivo, Robben decidiria a partida nos acréscimos. Aos 46, ele fez jogada incrível pela direita, chegou à linha de fundo e, ao cortar Rafa Márquez, foi calçado. Huntelaar foi para a bola, deslocou Ochoa e garantiu a vitória.

FICHA TÉCNICA:

HOLANDA 2 X 1 MÉXICO

HOLANDA - Cillessen; Verhaegh (Depay), Vlaar, De Vrij, Blind e Kuyt; De Jong (Martins Indi), Wijnaldum e Sneijder; Robben e Van Persie (Huntelaar). Técnico: Louis Van Gaal.

MÉXICO - Ochoa; Rodríguez, Rafa Márquez e Héctor Moreno (Diego Reyes); Aguilar, Salcido, Herrera, Guardado e Layún; Giovani dos Santos (Aquino) e Peralta (Chicharito Hernández). Técnico: Miguel Herrera.

GOLS - Giovani dos Santos, aos dois, Sneijder, aos 42, e Huntelaar, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Aguilar, Rafa Márquez e Guardado (México).

ÁRBITRO - Pedro Proença (Portugal).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 58.817 torcedores

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Do NE10

sábado, 28 de junho de 2014

UVP - PAULO DEFENDE O FORTALECIMENTO DOS MUNICÍPIOS EM CONGRESSO

 
A parceria com os municípios, política adotada pelo ex-governador Eduardo Campos (PSB), é uma das prioridades do pré-candidato da Frente Popular ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB). Nesta sexta-feira (27), o socialista afirmou que, se eleito, não apenas dará continuidade a esta política, mas ampliará essa realidade. "É importante que os vereadores tenham assento nos diversos conselhos que norteiam as políticas públicas”, defendeu, durante fala na abertura do Congresso Estadual da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP). A entidade participa hoje do Conselho Estadual de Desenvolvimento Social. Câmara pediu o apoio dos vereadores não apenas neste período de eleição, mas para ajudá-lo em seu governo. "Não dá para saber de tudo o que acontece nos municípios lá do Palácio. Vocês é que estão mais próximos do dia-a-dia da população, dos problemas locais", explicou o socialista.

"O FEM (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios) é um dos resultados dessa parceria que Eduardo estabeleceu e que nós vamos continuar. Ele permite um repasse desburocratizado, porém com controle, para que o prefeito aplique naquela necessidade imediata. Isso trouxe mais reformas de hospitais, de creches, minissistemas de abastecimento de água, calçamento de ruas e outros benefícios", exemplificou Câmara, lembrando sua proposta de tornar o repasse do FEM uma política de Estado, ou seja, permanente. O socialista foi ao evento acompanhado dos candidatos a vice, Raul Henry (PMDB), e ao Senado, Fernando Bezerra Coelho (PSB).
O socialista ainda destacou a "política perversa" de concentração de renda praticada pelo Governo Federal. "Em 1990, 80% do que era arrecadado no Brasil ia para estados e municípios. Hoje, esse percentual é de apenas 44%. A União, que participava com também 80% do que era aplicado na Saúde, hoje é responsável por pouco mais de 40%. Essa coisa da concentração dos recursos era utilizada pelos regimes ditatoriais para minar as forças das unidades da federação. Em uma democracia, isto é inadmissível", lamentou. Câmara ressaltou que a revisão do Pacto Federativo é uma das bandeiras de Eduardo Campos em sua campanha pela Presidência da República.

MAROCAS - Em Belo Jardim, na manhã desta sexta-feira (27), Paulo Câmara visitou o café da manhã que marca a abertura da tradicional Festa das Marocas. "Fui convidado pelo prefeito João Mendonça (PSD) e fiquei muito feliz de encontrar aqui na rua uma festa tão bonita, com pessoas tão alegres. Se Deus quiser, ano que vem estarei de volta, desta vez com o governador", afirmou o socialista.

"Pudemos ver aqui aquela que talvez seja a maior característica de Paulo: a simplicidade. Além da experiência comprovada na gestão pública e a capacidade de agregar, ele é uma essa que sabe escutar, tanto a classe política quanto o eleitor", avaliou João Mendonça.

Ainda em Belo Jardim, Câmara recebeu apoio do também pessedista Ramiro Inácio, que disputou a eleição para prefeito de Jupi contra a atual gestora, Celina Brito (PDT). "Mesmo sendo uma das forças de oposição no município, resolvemos deixar de lado as disputas locais, pelo bem de Pernambuco e pela continuidade do trabalho do ex-governador Eduardo Campos", explicou Inácio.

Paulo: “Meu adversário tem o desafio de dizer 
o que administrou na iniciativa privada”
Socialista esclareceu que seu opositor nunca geriu nada público

Em entrevista a Geraldo Freire, da Rádio Jornal, na manhã desta sexta-feira (27), o pré-candidato Paulo Câmara desafiou o seu opositor a mostrar aos pernambucanos seu histórico na iniciativa privada. “O povo de Pernambuco precisa saber. Ele tem o desafio nesta campanha de dizer o que administrou na iniciativa privada. Para mim, ele não precisa porque eu sei muito bem como ele atuou como gestor privado”, cravou o socialista.

Paulo esclareceu que seu adversário nunca administrou nada público. Por outro lado, o pré-candidato da Frente Popular tem 22 anos de experiência no serviço público, já tendo passado pelo Tribunal de Contas de Pernambuco - ele é auditor concursado -, Tribunal de Justiça e Governo de Pernambuco, onde atuou como secretário de Administração, Turismo e Fazenda. “Tenho uma experiência pública de gestor e de liderar equipes que o meu adversário não tem”, salientou.

Ao contrário do que tem dito o pré-candidato da oposição, Câmara também explicou que nos sete anos e três meses em que esteve no Governo do Estado nenhum projeto de lei foi enviado à Assembleia Legislativa aumentando alíquota de imposto. “Pelo contrário, mandamos vários para a Assembleia diminuindo o imposto de ICMS”, comentou.

Por fim, o pré-candidato reforçou que fará uma campanha com muitas ideias e propostas. “Pernambuco vai reconhecer que temos uma experiência de gestão, de administrar o setor público; que temos condições e vamos fazer o processo de avanço. Pernambuco precisa continuar nesse caminho, sem arenga”, ressaltou Paulo Câmara, destacando que fará campanha “levando bons sentimentos, fazendo o bem e trabalhando muito por aqueles que mais precisam.”

Frente Popular promove primeira reunião do Conselho Político 
Paulo Câmara comandou encontro do colegiado, que terá coordenação do pré-candidato a vice, Raul Henry 

A Frente Popular de Pernambuco realizou, na quinta-feira (26), a primeira reunião de seu conselho político. O colegiado, que reúne os presidentes dos partidos que apoiam a pré-candidatura de Paulo Câmara (PSB) ao Governo, visa integrar as lideranças que compõem a aliança na estratégia e na condução da campanha do socialista e de seus companheiros de chapa: Fernando Bezerra Coelho (PSB), que disputa o Senado, e Raul Henry (PMDB), na vice. O peemedebista assumiu a coordenação do Conselho.

Aos dirigentes partidários, Paulo Câmara destacou a importância do Conselho neste momento da caminhada. "Cumprimos a tarefa da pré-campanha, de apresentar nosso nome e recolher subsídios em cada localidade para o nosso Programa de Governo. A convenção da Frente Popular mostrou nossa força política e nossa capacidade de agregar forças. Agora, em 6 de julho, começa nossa campanha. Vamos iniciar um amplo processo de divulgação da nossa candidatura. E contamos com o apoio de vocês", pontuou.

Raul Henry adiantou, ao final do encontro, que a próxima reunião pode ocorrer no dia 7 de julho. “A instalação desse Conselho é muito importante porque a nossa frente é muito ampla. Agora, teremos um fórum para ouvir asreivindicações, demandas e queixas”, afirmou o deputado federal.

Responsável pela coordenação do Programa de Governo, Antônio Alexandre apresentou o processo de coleta e catalogação das sugestões vindas de todas as regiões do Estado e de segmentos da sociedade organizada de maneira participativa, que já chegam a aproximadamente 500 contribuições. Ficou acertado que as siglas apresentarão quadros para comporem os grupos de trabalho que vão sistematizar o documento. "Agora, queremos construir agendas temáticas para aprofundar as discussões baseadas em quatro eixos: desenvolvimento sustentável, qualidade de vida, políticas sociais e gestão, com a participação de uma massa crítica. E, por fim, construir o programa de governo propriamente dito”, explicou Alexandre.
Presidente estadual do PR, o deputado federal Inocêncio Oliveira demonstrou otimismo com a eleição de Câmara. "Estamos todos aqui unidos para vencer esta batalha, que não é só de Paulo Câmara, mas é de todos nós; para continuar o trabalho do nosso ex-governador Eduardo Campos", analisou o parlamentar.

Luciano Moura, representante do PCdoB, afirmou que seu partido está muito confortável no apoio a Câmara. "Quero dizer que nós ganhamos a primeira fase dessa jornada, que é a pré-campanha. Paulo mostrou uma imensa capacidade política ao reunir em torno de si uma aliança que não é a apenas a maior da história de Pernambuco, mas de um espectro plural que une renovação e experiência", lembrou o comunista.

O deputado federal Bruno Araújo, presidente estadual do PSDB, garantiu a colaboração dos tucanos para a elaboração do Programa de Governo. "O nosso Instituto Teotônio Vilela estará à disposição para ajudar nessa construção, através de seu presidente, o prefeito Elias Gomes (Jaboatão dos Guararapes) e do vereador André Régis (Recife)", informou.

Já o presidente do DEM em Pernambuco e deputado federal, Mendonça Filho, assegurou o empenho da sua legenda na campanha. Mendonça projetou o crescimento de Câmara nas pesquisas de intenção de voto. "É natural que haja uma inquietude inicial com os números, uma vez que ainda há muito desconhecimento com relação ao seu nome, mas só para quem não tem vivência em política. Seu nome vai se consolidar e ocupar os espaços necessários para uma grande vitória", salientou.

Dirigente do Solidariedade, o deputado federal Augusto Coutinho elogiou o trabalho realizado na pré-campanha e o retorno que tem recebido da coordenação. "Temos tido retorno da direção; recebemos a agenda do candidato, já fomos chamados pelo jurídico para orientações. É bom sempre aumentar essa interação com todos os partidos”, aconselhou.

Presidente do PPS, Débora Albuquerque avaliou que o Conselho dá a união, a liga que faltava à campanha. “É muito importante mantermos este sentimento de família”, disse. Na mesma linha, Carlos Augusto, presidente doPV, colocou que o Conselho contribui para dar mais “clareza, objetividade e uniformidade” ao processo. 

LIDERANÇAS - Após a reunião com os presidentes de partidos, Paulo Câmara e Raul Henry seguiram para um outro encontro. Desta vez, com lideranças políticas de todo o Estado, entre prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e deputados. A pauta também foi a unificação e mobilização para a campanha que se aproxima. "Vamos fazer a campanha como sempre fizemos, com ideias, sem medo e sem ódio. Será a campanha dos bons sentimentos. Vamos superar rapidamente o desconhecimento e chegar fortes à reta final", discursou o pré-candidato ao Governo.

Da ASCOM

BELO HORIZONTE - JÚLIO CÉSAR DEFENDE DUAS COBRANÇAS E BRASIL PASSA PELO CHILE

Foi uma vitória sofrida. Marcada pelo domínio dos chilenos, muitas faltas e erros de arbitragem. Mas foi também a consagração do Camisa 1 da Seleção Brasileira. Durante o tempo regulamentar e a prorrogação, Júlio César fez belíssimas defesas. Na cobrança de pênaltis, fez ainda mais. Com o placar de 1x1 no tempo regulamentar e de 3x2 nos pênaltis, o Brasil se classificou para as quartas de final e joga contra Uruguai ou Colômbia na próxima sexta (4), às 17h, na Arena Castelão, em Fortaleza.

JOGO - Foi um primeiro tempo pegado. Prova disso é o número de faltas: 23 no total, sendo 14 do Brasil e 9 do Chile. Quem mais sofreu com a marcação, como já esperado, foi Neymar. Tanto que já aos três minutos o atacante foi calçado pelo zagueiro Mena e passou cerca de cinco minutos fora de campo, recebendo atendimento e reclamando de dores no joelho. Para alívio da torcida brasileira, esclarecida de que sem Neymar o time desandaria, o craque logo voltou a campo.

Considerando o duelo contra o Brasil um clássico, o técnico Sampaoli resolveu fechar a marcação com três zagueiros, além de Díaz e Aranguiz no meio-campo. À procura de espaço para atacar, os brasileiros precisavam investir nas jogadas aéreas, visto que a zaga do Chile é a mais baixa de todas as outras equipes deste Mundial.

E foi assim que o Brasil abriu o placar, aos 18 minutos. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Thiago Silva desviou para dentro da área e, a princípio, acreditava-se que David Luiz tinha marcado seu primeiro gol pela Seleção. Mas foi com um toque do zagueiro Jara que a bola entrou.

Em desvantagem, o Chile continuou a marcar a saída de bola do Brasil e, aos 31 minutos, Hulk errou a devolução do passe ao lateral Luiz Gustavo e Sánchez pegou a bola. O atacante adiantou e mandou no canto direito de Júlio César.

Depois do empate, os brasileiros recuaram. Os chilenos, que já pareciam desacreditados na vitória, continuaram dominando a posse de bola, mas sem finalizações de perigo até o fim do primeiro tempo.

Na segunda etapa, mesmo com o embalo da torcida, o Brasil voltou mal. O time mostrava, mais uma vez, a falta de harmonia em campo e a dependência de Neymar que, muito marcado, pouco podia fazer. Aos 9 minutos, a seleção canarinho ainda chegou a comemorar um gol de Hulk, mas o árbitro anulou, alegando que o jogador tinha dominado a bola com a mão.

Dez minutos depois, Júlio César brilhou com uma bela defesa que quase deu uma virada no placar. Aránguiz, livre dentro da área, recebeu pela direita e mandou rasteiro, mas o goleiro estava bem posicionado.

Para o Chile, era uma grande partida. Sendo o único erro da defesa o gol do Brasil, os zagueiros tinham um desempenho eficaz, anulando Hulk no segundo tempo e marcando Neymar. Mais à frente, Sánchez e Vidal davam trabalho aos brasileiros.

Com uma péssima atuação no segundo tempo e minutos de sufoco na etapa final, o Brasil, quase que por milagre, conseguiu segurar o empate e levar o jogo à prorrogação. Era esperado que Felipão fizesse alguma mudança que influenciasse no meio-campo, anulado pela marcação chilena e por uma atuação apagada de Oscar.

Nos primeiros quinze minutos da prorrogação, o jogo parecia mais equilibrado. O Brasil chegava mais ao ataque e o Chile parecia deixar o tempo passar, esperando apenas uma oportunidade para contra-atacar.

Depois, La Roja preferiu ganhar tempo. A cada cinco minutos um chileno caía em campo alegando dores ou cansaço físico. Os brasileiros iam levando o jogo à base do nervosismo, insistindo nas finalizações e sofrendo com cada um dos poucos chutes a gol que os chilenos arriscavam. Um deles foi aos 14 minutos, quando Pinilla carimbou a trave de Júlio César, mas o jogo terminou mesmo no 1x1.

Antes da cobrança de pênaltis, Júlio César se emocionou em campo e foi consolado pelos demais jogadores. No gol, as duas defesas que garantiram o Brasil nas quartas de final: as cobranças de Pinilla e Sánchez, dois dos jogadores mais perigosos do Chile. Para o Brasil, David Luiz, Marcelo, Neymar marcaram.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 1 (3) x (2) 1 CHILE

BRASIL - Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Fernandinho (Ramires) e Oscar (Willian); Neymar, Hulk e Fred (Jô). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CHILE - Bravo; Francisco Silva, Medel (Rojas) e Jara; Isla, Díaz, Aránguiz, Vidal (Pinilla) e Mena; Sánchez e Vargas (Gutiérrez). Técnico: Jorge Sampaoli.

GOLS - David Luiz, aos 17, e Sánchez, aos 31 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Jô, Luiz Gustavo e Hulk (Brasil); Mena, Pinilla e Francisco Silva (Chile).

ÁRBITRO - Howard Webb (Fifa/Inglaterra).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 57.714 pessoas.

PÚBLICO - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Do NE10

COM MARINA DE VICE - CANDIDATO, EDUARDO CAMPOS PROMETE ESCOLA INTEGRAL PARA TODAS AS CRIANÇAS DO PAÍS

A candidatura do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) à Presidência da República foi homologada em uma convenção realizada no final da manhã deste sábado (28) em Brasília. No discurso, Campos fez uma série de promessas, cuja principal foi garantir a implantação de escolas públicas integrais para todas as crianças do País.

“Eu quero assumir aqui um compromisso ao lado de Marina e de vocês. No nosso governo, todas as crianças e jovens do Brasil terão vaga em uma boa escola pública de caráter integral”, afirmou. O ato também confirmou o nome da ex-senadora Marina Silva (Rede/PSB) como vice na chapa presidencial.



Desde 2013, Pernambuco possui 260 Escolas de Referência em Ensino Médio; das quais 247 foram criadas durante a gestão de Campos. Pelo menos 122 delas funcioam em horário integral e outras 138 funcionam em horário semi-integral. De acordo com o próprio ex-governador, o número é superior às que existem nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, somadas.

Campos também assumiu outros compromissos como governar apenas com aliados “fichas limpas, declarar guerra a burocracia no serviço público, e baixar todos os anos os índices de violência no País, como ocorreu em Pernambuco durante a vigência do Pacto Pela Vida.

Logo no primeiro ano de governo, o pernambucano prometeu realizar uma reforma tributária no País. “Serei o primeiro presidente da República na história democrática desse País que não vai aumentar a carga tributária”, garantiu.
Foto: reprodução do Facebook do PSB
Foto: reprodução do Facebook do PSB
“Nessa reforma tributária, nós vamos salvar os municípios brasileiros da quebradeira a que Dilma os levou”, atacou, em referência a presidente Dilma Rousseff (PT), da qual será adversário na disputa eleitoral.

A área econômica foi o principal mote para criticar o PT. Eduardo prometeu retomar o crescimento, reduzir a inflação e retomar a confiança dos investidores. Os elementos são calos da gestão Dilma Rousseff.

“Nós vamos salvar a Petrobras e o setor elétrico desse País. Com ética, com competência, com amor ao que foi construído pelo povo brasileiro”, alfinetou ainda, subindo o tom contra o governo federal.

Durante a fala de aproximadamente meia-hora, sobrou críticas também para o senador mineiro Aécio Neves (PSDB), que havia declarado que as legendas aliadas ao PT podiam “sugar mais” do governo federal e depois migrar para o apoio tucano.

“Conosco, vai acabar essa história de suga-suga. O partido hoje suga de um lado só para amanhã sugar do outro. E tem gente que acha isso bonito. Tem gente hoje que acha isso bem bonito”, afirmou, enérgico.

“Os que se revesam no poder há mais de 20 anos querem convencer ao Brasil de que usando os mesmos métodos, de que trilhando os mesmos caminhos, vão chegar a um resultado diferente. É um erro”, avaliou o ex-governador.

“A eleição não pode ser a disputa do passado com o passado”, criticou. O pernambucano também garantiu que vai manter todos os programas sociais do governo, como o Bolsa Família; Prouni; Minha Casa, Minha Vida; além de garantir a estabilidade econômica do País.

Do NE10

REFORÇO - LIDERANÇAS DO PSB NA RMR GARANTEM APOIO A ARMANDO E JOÃO PAULO

 
As pré-candidaturas do senador Armando Monteiro (PTB) ao governo do Estado e do deputado federal João Paulo (PT) ao Senado receberam um reforço na Região Metropolitana. Dois arraesistas históricos das cidades de Abreu e Lima e Camaragibe agora apoiam a coligação “Pernambuco Vai Mais Longe”, que será homologada neste domingo (29), em convenção a ser realizada a partir das 9h, em Caruaru, no Agreste. O pré-candidato a vice governador na chapa é o deputado federal Paulo Rubem (PDT).

Armando e João Paulo receberam na quinta-feira (26) o apoio de uma importante liderança da área norte do Grande Recife. Três vezes prefeito de Abreu e Lima e ligado historicamente ao falecido ex-governador Miguel Arraes, Jerônimo Gadelha é mais um quadro do PSB a acreditar no projeto da coligação “Pernambuco Vai Mais Longe”.

Acompanhado de seu grupo político no apoio a Armando Monteiro e João Paulo, Gadelha foi o primeiro prefeito de Abreu e Lima, que, em 1982, se emancipou de Paulista. “Vou apoiar Armando porque ele é um homem sério, firme nas ações e nas ideias”, afirmou o ex-prefeito, que conseguiu eleger seus sucessores por duas oportunidades. “É o melhor para Abreu e Lima e para Pernambuco”, salientou Gadelha.

Armando Monteiro recebe apoio de Demóstenes Meira (PSB) em Camaragibe
Camaragibe - Em ato que reuniu cerca de 500 pessoas, na noite de quarta-feira (25), o ex-candidato a prefeito de Camaragibe Demóstenes Meira (PSB) formalizou seu apoio a Armando e João Paulo. Meira, uma liderança histórica do PSB e ligado ao ex-governador Miguel Arraes. O socialista declarou, ontem, que aprendeu a gostar do trabalho desenvolvido por Armando através do ex-governador Eduardo Campos (PSB).

"Por que eu decidi apoiar a candidatura de Armando? Eu aprendi a gostar de Armando Monteiro e de seu trabalho por causa de Eduardo Campos. Foi o ex-governador que me disse, lá trás, na eleição de 2010, que Armando era o melhor nome para Pernambuco ter lá no Senado", destacou Demóstenes Meira. "Como é que, em quatro anos, Armando não presta mais, depois de Eduardo ter vindo aqui a Camaragibe me pedir para ajudar a eleger o senador?", questionou.

Demóstenes Meira, que recebeu mais de 37 mil votos na eleição de 2012, lembrou que há 20 dias esteve reunido com Armando Monteiro, em Brasília, e lá selou a aliança. "Armando, o senhor pode ter certeza de que vai ter um exército aqui de Camaragibe", garantiu o socialista.

Reforçando o alinhamento com a presidente Dilma Rousseff (PT), Armando Monteiro detalhou as ações realizadas pelo governo federal em Camaragibe, ressaltando os investimentos da União no município. O petebista também lembrou as políticas públicas instituídas em favor de Pernambuco desde 2003, com a gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Armando afirmou que, se eleito, pretende fazer um governo parceiro de Camaragibe. "Vamos definir uma pauta de ações seguindo uma visão integrada de que o município precisa se inserir nessa questão e no planejamento metropolitano”, afirmou o petebista.

Armando defende conexão entre ensino médio e profissionalizante
Educação. Esse será um dos temas prioritários na campanha do pré-candidato ao governo de Pernambuco, Armando Monteiro (PTB). O petebista ressaltou na quinta-feira (26), à rádio JC News, que o segmento terá atenção absoluta em seu governo, haja vista que, apesar do crescimento econômico do Estado nos últimos anos, o desenvolvimento educacional não acompanhou a expansão da economia pernambucana. Para tanto, fincou que uma das principais ações será conectar o ensino médio ao técnico profissionalizante, de forma a oferecer uma qualificação aos pernambucanos ao final da conclusão do ensino fundamental público.

Armando falou sobre o tema da educação um dia após confirmar como pré-candidato a vice-governador o deputado federal Paulo Rubem (PDT) na coligação Pernambuco Vai Mais Longe. O parlamentar tem uma relação histórica com a defesa da educação de qualidade.

Na entrevista, Armando enumerou que vai garantir políticas públicas que possam elevar a escolaridade média da população, diminuir a taxa de analfabetismo, combater a defasagem idade-série e melhorar as avaliações do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

No quesito Ideb, Pernambuco, hoje, ocupa a 18º posição no Brasil nos anos iniciais do ensino fundamental. E nos anos finais do ensino fundamental, o Estado amarga o 22º lugar. Já no ensino médio, o Estado ocupa o 15º lugar. São índices piores, por exemplo, que os do Ceará, também no Nordeste.

"Pernambuco não tem na educação o que nós precisávamos. E nós temos grandes desafios nessa área. A educação vai se constituir na grande prioridade dentro de curto e médio prazo para o Estado. Pernambuco só fará um desenvolvimento verdadeiro se investir mais na educação, qualificar as pessoas, que são os agentes do desenvolvimento", destacou Armando Monteiro.

Segundo o pré-candidato do PTB ao governo, a educação é o caminho para reduzir as desigualdades sociais e melhorar a produtividade e desempenho da economia em Pernambuco. "Educação será o tema central. Não há hoje uma visão do que possa ser prioritário para Pernambuco que não coloque a educação com a absoluta prioridade", frisou.

Armando aproveitou ainda para convidar os pernambucanos a participar da convenção partidária que vai homologar sua candidatura ao governo, bem como a de Paulo Rubem para vice e de João Paulo (PT), ao Senado. O evento vai ocorrer no domingo (29), na casa de festa Palladium, em Caruaru, no Agreste, a partir das 8h.

"Vamos fazer um grande encontro. Optamos por levar a convenção para o interior. Resolvemos fazer um movimento inverso, de levar a convenção para mais perto do povo do interior para que eles possam participar mais desse grande momento do processo político. Nós pudemos dar o sinal com esse gesto de que a interiorização começa na convenção. É um compromisso que se coloca antes da própria eleição", afirmou Armando Monteiro, citando que diversas caravanas de várias regiões do Estado confirmaram presença no ato político.

Ainda nesta manhã, o pré-candidato Armando Monteiro e o pré-candidato ao Senado, João Paulo (PT), participaram do programa Super Manhã, com o radialista Geraldo Freire. Na entrevista, o petebista e o petista destacaram algumas ideias e propostas para o desenvolvimento do Estado.

Armando e João recebem apoio de prefeito do PR no Sertão e de liderança do PSB na Mata Norte 
A força política dos pré-candidatos a governador de Pernambuco, Armando Monteiro (PTB), a vice-governador, Paulo Rubem (PDT), e do pré-candidato ao Senado, João Paulo (PT), conseguiu atrair mais uma liderança do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Trata-se do ex-prefeito de Itaquitinga, na Mata Norte, Geovani Oliveira (PSB). O socialista, que administrou o município de 2009 a 2012, leva para o palanque de Armando todo o seu grupo político, formado por cinco dos 11 vereadores do município, entre outras lideranças.

“O nosso grupo político vai acompanhar essa construção importante que está sendo trabalhada em Pernambuco, pelas mãos de Armando Monteiro. Na política, as pessoas precisam ter lado, posição e palavra. E eu escolhi o meu, com Armando”, declarou Geovani Oliveira.

O ex-prefeito de Itaquitinga desistiu da pré-candidatura a deputado estadual por falta de diálogo e de atenção da direção do PSB em Pernambuco com os candidatos proporcionais. “Não há diálogo com a direção do PSB. Não há atenção por parte deles. Com Armando e com o PTB, nós somos recebidos e ouvidos”, afirmou.
MAIS APOIOS - No Sertão do Estado, mais duas lideranças política declararam apoio às pré-candidaturas de Armando, Paulo Rubem e João Paulo. O prefeito do município sertanejo de Santa Cruz, Gilvan Sirino, e o vice, Cilo Henrique, ambos do PR, vão subir no palanque do petebista. "Acreditamos que Armando é a melhor opção para governar Pernambuco: pelo seu histórico, pelo seu compromisso com o Estado, pela sua competência. Armando é, sem dúvida, o mais preparado”, disse Sirino, que venceu a eleição de 2012 com 60,7% dos votos.

E o prefeito e o vice não estão sozinhos no apoio à chapa. Toda a base de sustentação na Câmara Municipal de Santa Cruz também está dando suporte à coligação "Pernambuco Vai Mais Longe". Ao todo, sete vereadores, todos do PR, estão com a aliança liderada pelo senador: Cunegunde Romeiro, Telvando Soares, Clemildo Almeida, José Ion, Jaésio de Souza, Maria da Solidade Teixeira e Ednarte Siqueira de Souza.

“A nossa cidade precisa melhorar em muitos aspectos. Posso dizer que nossas principais demandas são nas áreas de saúde, educação e infraestrutura, principalmente as estradas. Com Armando no governo do Estado, tenho certeza de que isso vai mudar”, afirmou Sirino.

(Na foto acima,com Geovani, de Itaquitinga. Abaixo, com o prefeito de Santa Cruz, Gilvan Sirino)

Da ASCOM

SÃO JOÃO DE ARARIPINA 2014 - ENTREVISTA COM A BANDA MOLECA 100 VERGONHA - MATÉRIA DA TV NORDESTE WEB

SÃO JOÃO DE ARARIPINA 2014 - GAROTA SAFADA DÁ BOLO NA IMPRENSA

EM CARUARU - AÉCIO DIZ QUE DILMA VAI TER MUITO O QUE EXPLICAR NOS DEBATES

O retorno do candidato à presidência Aécio Neves (PSDB) a Pernambuco, nesta sexta-feira (27), foi marcado por discursos iguais aos que já tinha feito no Recife, há aproximadamente uma semana. Parece que não deu tempo de preparar novidades em relação ao que vinha sendo dito no Nordeste. Em entrevista no Pátio do Forró, em Caruaru, esta noite, o candidato à presidência Aécio Neves (PSDB) repetiu que o governo Dilma Rousseff (PT), presidente candidata à reeleição, foi fracassado.

Reiterando as críticas à gestão petista, o tucano voltou a dizer que o País é um “cemitério de obras inacabadas”, citando a Transnordestina e a transposição do Rio São Francisco, além de voltar a dizer que o governo Dilma é marcado por “prometer muito e entregar pouco”.

Questionado sobre um eventual segundo turno contra a petista, previsto em pesquisas de intenção de voto, Aécio disse que a política tem muitas surpresas e nem ela tem vaga garantida. “No segundo turno não existem cartas marcadas como no jogo do Brasil”, afirmou. Afirmando respeitar o ex-governador de Pernambuco e também presidenciável Eduardo Campos (PSB), o tucano considerou ainda que o socialista é outro que tem a sua chance após as eleições de 5 de outubro. “Tudo pode acontecer.”

LEIA MAIS: Aécio diz não temer vaias no Mineirão

Para Aécio, Dilma terá “muito o que explicar nos debates”. O presidenciável disse acreditar que o povo vai cobrar informações sobre estatais, como a Petrobras, alvo de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar irregularidades. No caso de Pernambuco, gastos excessivos na Refinaria Abreu e Lima são apurados. “Os brasileiros com certeza vão cobrar explicações sobre coisas obscuras que têm acontecido”, afirmou.

Mais cedo, em visita a Campina Grande, cidade paraibana que disputa com Caruaru o título de Maior São João do Mundo, Aécio já havia feito críticas à gestão petista. Voltou a prometer um choque de infraestrutura para a região e disse que pretende fazer uma levantamento das obras inacabadas, um ponto de reclamações constantes de Aécio, e garantiu que quer finalizá-las, caso seja eleito. O assunto já havia sido abordado pelo tucano em visita ao Recife pouco mais de uma semana atrás.

PTB - Em convenção nacional realizada nesta sexta-feira, o PTB oficializou apoio à candidatura de Aécio, contra a vontade do senador pernambucano e único candidato a governador pela legenda Armando Monteiro Neto. Assim que a aliança foi confirmada, o petebista deixou a reunião. Em Pernambuco, ele tem o PT na chapa majoritária da sua coligação, com apoio de Dilma e do ex-presidente Lula (PT).

Aécio afirmou não enxergar problemas na atitude do seu colega de Senado e disse respeitá-lo, além de ressaltar manter uma relação amigável com ele. O presidenciável considerou que o partido tem “vida própria” nos estados, não seguindo a lógica nacional, mas fez questão de acrescentar que a aliança PTB-PSDB, para ele, tem os mais sólidos e competitivos palanques em praticamente todos os estados.

Esta semana, durante ato para anunciar o seu vice, o deputado federal Pedro Rubem Santiago (PDT), Armando havia dito que o PTB se equivocou na decisão, segundo ele, tomada sem consultar os diretórios estaduais. Apesar da rusga, a legenda também liberou os diretórios estaduais a realizarem alianças locais com o PT, o que deve minimizar o impacto do apoio na coligação de Armando.

Em Caruaru, Aécio foi recebido pelo prefeito José Queiroz (PDT), uma das lideranças pedetistas em Pernambuco que se opõem à coligação com o PTB e o PT no Estado.Queiroz defende o apoio à Frente Popular, que lançou Paulo Câmara (PSB) candidato a governador, aliado também de Aécio.

COPA - Aécio quer ser o segundo candidato a encarar o termômetro que podem ser os torcedores nos estádios. Depois dos xingamentos a Dilma na primeira partida da Copa do Mundo, no último dia 12, o tucano pretende ir ao Mineirão, em Belo Horizonte, para assistir ao jogo entre Brasil e Chile, neste sábado (28), pelas oitavas de final. Em Caruaru, Aécio disse não temer as vaias, considerando que “as pessoas têm o direito de manifestar suas opiniões políticas.”, acrescentando acreditar que isso não vá ocorrer por ser a sua “casa”. O tucano foi governador de Minas Gerais e atualmente é senador pelo estado.

REPRESENTAÇÃO - A viagem de Aécio pelo Nordeste começou pelo Piauí, onde ele comentou a denúncia do PSDB à Justiça Eleitoral sobre utilização de equipamento público e de servidor federal para realizar atividade em campanha eleitoral pelo PT, apontada pelo partido. “O que o PT faz, na verdade, mais uma vez, é confundir aquilo que é público com aquilo que é partidário e privado”, afirmou. Aécio completou dizendo que vai “redemocratizar” o País.

Com informações de Nayara Vila Nova, da TV Jornal/Caruaru

Notícias relacionadas

SÃO JOÃO DE ARARIPINA 2014 - ENTREVISTA COM ZÉ ESTRELA - MATÉRIA DA TV NORDESTE WEB

sexta-feira, 27 de junho de 2014

CAATINGA SUSTENTÁVEL - GOVERNO DO ESTADO IMPLANTA PROGRAMAS CONTRA DESERTIFICAÇÃO E GANHA PRÊMIO DA ONU

Os projetos de Zoneamento das Áreas Vulneráveis à Desertificação e de Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade, integrantes do Programa Caatinga Sustentável ganham reconhecimento internacional. Lançadas pelo Governo do Estado, através da Secretaria do Meio Ambiente e sustentabilidade (Semas), os projetos são resultados da preocupação do Governo com o meio ambiente e as ações têm como foco o controle da desertificação, uma vez que 90% do território pernambucano estão sujeitos ao processo de desertificação no Semiárido. 

Para secretário estadual de Meio Ambiente, Carlos Cavalcanti, a premiação ratifica o trabalho que a Governo do Estado vem fazendo e funciona com um estímulo para expandi-lo a outras áreas., declarou o secretário estadual de Meio Ambiente, Carlos Cavalcanti. Além disso, segundo o secretário, os prêmios vão ajudar na captação de recursos para outros projetos.

O Programa Caatinga Sustentável prevê ações integradas de segurança hídrica, alimentar, energética, ambiental e de capacitação em três projetos distintos, sendo as mais importantes o Mapeamento das Áreas Vulneráveis ao Processo de Desertificação e Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade. Segundo o secretário, foram analisadas imagens de satélite de alta resolução para identificar as regiões mais degradadas.

No que se refere à Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade. Os trabalhos foram desenvolvidos no entorno das unidades de conservação e dos arranjos produtivos adequados a cada comunidade, a exemplo da produção de mel entre outras atividades sustentável.

O secretário lembra que, no mês de maio, um poço artesiano foi inaugurado em Carnaíba, no Sertão do Pajeú, beneficiando diretamente 30 famílias. Também foi lançado o primeiro Módulo de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade e promovida uma capacitação de 80 agricultores e professores do município para combate ao avanço do processo de desertificação. 

Fonte: Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade

Foto: César de Almeida

PAGAMENTO EM DIA - PREFEITURA DE ARARIPINA ANTECIPA SALÁRIOS DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO, APOSENTADOS E PENSIONISTAS

A Prefeitura de Araripina efetuou na manhã de hoje (27), o pagamento da folha referente ao mês de junho para os servidores municipais da Secretaria de Educação, além dos aposentados e pensionistas.

O prefeito Alexandre Arraes tem mantido o compromisso de sua gestão em pagar os servidores ainda dentro do mês trabalhado seguindo uma programação administrativo-financeira. Com isso a gestão permite estabilidade e compromisso com os servidores municipais, pois desde o início da gestão de Alexandre Arraes os pagamentos têm sido honrados antes do término do mês trabalhado.

O montante da Educação pagos hoje soma o total de R$ 2,3 milhõesque dará um grande salto no comércio de Araripina na semana de São João. A programação para os salários dos demais servidores está previsto para dia 30 deste, segunda-feira.

ARARIPREV

O Fundo Previdenciário de Araripina – ARARIPREV também já realizou o pagamento da folha salarial de junho desde esta manhã (27). Os pagamentos somam R$ 539.552,03 aos 440 aposentados e pensionistas que compõem o ArariPrev.

Da ASCOM/ PMA

SÃO JOÃO DE ARARIPINA 2014 - PARQUE TRÊS VAQUEIROS CONTINUA RECEBENDO PÚBLICO RECORDE A CADA NOITE


Com polos estruturados, Sala de Reboco, barracas com comidas típicas, cenário típico da região e toda a proposta junina do São João nos Bairros criou uma identidade cultural para quem admira o clima e a história do sertanejo da nossa região que é rica nos valores regionais. 

A quarta noite (26) contou com um mega show das bandas; Mala 100 Alça, Garota Safada, Flávio Leandro, Capim Com Mel e Anderson Bandeira.
A Prefeitura de Araripina na gestão “Unidos Por Um Novo Tempo” promove este ano um encontro de valores aos sanfoneiros e apresenta o tema “Puxe o Fole Sanfoneiro” forma de valorizar os artistas que sabem fazer com o instrumento o ritmo mais marcante do nosso Sertão.

Um dos sanfoneiros que fazem parte das atrações é o nosso poeta cantador Flávio Leandro. Ele que sabe usar bem uma sanfona, se apresentou na 4ª noite do São de Araripina, disse que Dominguinhos é uma das suas inspirações e ainda parabenizou a iniciativa da prefeitura em valorizar os sanfoneiros com o tema deste ano. “Nos meus shows costumo sempre iniciar com quatro músicas do cantor e compositor Dominguinhos, artista que marcou a todos nós. Parabéns a Prefeitura de Araripina pela iniciativa em valorizar os sanfoneiros do nosso Sertão”, exultou o poeta. 
HISTÓRIAS DE SANFONEIROS

Dominguinhos:

Desde menino José Domingos já se interessava por música, por influência do pai, que lhe deu de presente uma sanfona de oito baixos. Aos seis anos de idade aprendeu a tocar o instrumento e começou a se apresentar em feiras livres e portas de hotéis em troca de algum dinheiro, junto com dois de seus irmãos, Moraes e Valdomiro, formando o trio Os Três Pinguins. No início da formação, tocava triângulo e pandeiro, passando depois a tocar sanfona. Praticava o instrumento por horas a fio e tornou-se um exímio "sanfoneiro", passando a ser conhecido em Garanhuns como "Neném do acordeon"

Encontro com Luiz Gonzaga

Conheceu Luiz Gonzaga quando tocava no hotel em que este estava hospedado, em Garanhuns. O nome do hotel era Tavares Correia e o trio, que sempre tocava na porta, foi convidado naquele dia a tocar dentro do hotel para Gonzaga e seus acompanhantes.

Luiz Gonzaga se impressionou com a desenvoltura do menino e o convidou a ir ao Rio de Janeiro, onde morava. Essa viagem aconteceria anos mais tarde, pois algum tempo depois deste encontro, em 1948, Neném do acordeon foi para Recife estudar.

Da ASCOM/ PMA

Foto - Gustavo Mendes